quinta-feira, 28 de setembro de 2017

A era dos especialistas em nada

Há não muito tempo atrás, Márcio (nome fictício por motivos óbvios) adentrou no mundo do empreendedorismo e abriu uma tapiocaria super descolada num bairro boêmio da cidade, com direito a um ambiente retrô e uma jukebox tocando músicas de época.

Tapiocaria retrô (foto meramente ilustrativa tirada do Google Imagens)
Para ter uma estreia avassaladora, Márcio resolveu que a inauguração de sua tapiocaria seria fechada ao público.

Foram convidados apenas amigos próximos, familiares, colunistas sociais, jornalistas, blogueiras de moda, instagramers do mundo fitness (aquelas mulheres que postam foto malhando e são seguidas por milhares de pessoas), além de um ator do quinto escalão da Globo que recebe cachê para comparecer em eventos aleatórios.

Os colunistas sociais retribuíram o convite divulgando a tapiocaria "ma-ra-vi-lho-sa" nos jornais, as blogueiras do mundo fashion tiraram várias selfies no local, as instagramers fitness postaram fotos de tapioca com rúcula e tomate seco para seus milhares de seguidores admirarem, e o ator global sorriu para as fotos, embolsou seu cachê e foi embora pra nunca mais voltar.

Beba champanhe e coma canapés na exclusiva inauguração dessa elegante tapiocaria
A estratégia de marketing na inauguração deu certo. A tapiocaria passou a ficar sempre cheia, e Márcio passou a se auto-promover como empreendedor de sucesso, um jovem prodígio, um verdadeiro Jorge Paulo Lemann das tapiocas.

Com bastante culto à própria personalidade e uma ajudinha da imprensa que faz reportagem sobre qualquer bosta, Márcio logo foi alçado à posição de jovem prodígio da iniciativa privada, passando a aparecer em matérias sobre pessoas com menos de 30 anos que têm negócios de sucesso, bem como ganhando prêmios de "jovem revelação" dentro dos órgãos de classe e associações empresariais.

Em seus perfis nas redes sociais, Márcio fez jus ao seu status de "expert em empreendedorismo" e passou a ensinar aos reles mortais sobre o poder do pensamento positivo, sobre como você deve acreditar nos seus sonhos, como empreender para mudar o mundo vendendo tapioca, sair da zona de conforto, enfim, todo aquele papo chato pra cacete que todos nós já conhecemos muito bem.

Além de administrar a tapiocaria, Márcio começou a flertar com o empreendedorismo de palco
Enquanto se tornava uma subcelebridade local e espalhava a palavra do empreendedorismo com o mesmo furor que um jesuíta catequizava índios no Brasil colonial, Márcio não atentou ao fato de que sua tapiocaria estava perdendo movimento.

Não sei se em outras regiões do país é diferente, mas em regra uma tapiocaria é o tipo de lugar que você vai uma vez, pensa "ok, legal" e nunca mais volta. Foi assim que me senti quando visitei a tapiocaria do Márcio, e é assim que a absoluta maioria das pessoas provavelmente se sentiu também.

Foi só o estabelecimento do Márcio deixar de ser "a novidade do momento" que o faturamento começou a cair. Com a queda no faturamento veio a dificuldade de pagar empregados e os fornecedores, que por sua vez se negavam a continuar fornecendo os insumos até a quitação dos débitos.

Quando você tem um restaurante e fica sem crédito com os fornecedores do Ceasa, só lhe resta comprar ingredientes mais caros e menos frescos em supermercados, o que diminui ainda mais a sua margem de lucro e a qualidade das suas refeições.



Com a crescente queda no faturamento, não demorou muito tempo até Márcio não ter mais dinheiro para pagar o aluguel do lugar onde funcionava a tapiocaria, e o calote que ele deu no locador do imóvel resultou num processo de despejo e de cobrança de alugueis atrasados.

Sentindo-se encurralado por dívidas vindas de todos os lados, o jovem empreendedor de sucesso dispensou todos os funcionários, fechou as portas da tapiocaria, tornou privado seus perfis pessoais, deletou os perfis da empresa nas redes sociais e "desapareceu".

Não sei. Ninguém sabe.
Mais e mais processos judiciais pipocavam contra Márcio e sua falida tapiocaria, dentre eles ações trabalhistas ajuizadas pelos ex-empregados.

Todos os ex-empregados alegam que nunca tiveram a carteira de trabalho assinada, que não recebiam nenhuma verba trabalhista (FGTS, horas extras etc) e que recorrentemente sofriam assédio moral.

Só pra vocês terem uma ideia do alto nível de profissionalismo desse premiado empreendedor, esse é o teor de um processo de uma ex-empregada da tapiocaria que recebi pelo WhatsApp:

O mundo dá voltas, não é mesmo? Num momento o sujeito está lá falando sobre acreditar nos seus sonhos como receita garantida para o sucesso, e em questão de meses está afundado em dívidas, fugindo de credores e respondendo a todo tipo de processo, inclusive inquérito pelo crime de apalpar peitinho alheio.

Mas enfim, eu contei a aventura empresarial do Márcio pra dizer que, depois de alguns meses sumido, ele finalmente retomou com as aparições públicas, especialmente nas redes sociais.

Só que agora ele não se apresenta mais como o jovem enterpreneur de sucesso, e sim como...

Life Coach
Business Coach

Isso mesmo, Márcio agora é coach.

O camarada cujo histórico consiste em molestar garçonete, falir tapiocaria e fugir de dívidas agora está aí, pronto para te dizer como você deve viver sua vida e administrar seus negócios.

Todos os dias Márcio fala para seus seguidores sobre programação neurolinguística, como vencer desafios, aumentar produtividade, maximizar resultados de sua empresa e o caralho a quatro.

Márcio ajudando os outros com sua vasta experiência
São 13 milhões de desempregados no Brasil, dentre eles milhões de desesperados que procuram, procuram e não encontram nenhuma colocação no mercado de trabalho.

Esse cenário foi terreno fértil para proliferação dos coaches, cuja ampla maioria consiste em pessoas carismáticas que misturam autoajuda com conhecimento pseudocientífico para supostamente revolucionar a vida das pessoas que pagam por seus serviços.

Obviamente o coach te cobra uma boa quantia em dinheiro para te ajudar a "mudar para a melhor", e  é claro que se no fim das contas você não sentir nenhum resultado, é porque você não se esforçou o suficiente.

Como hoje em dia um vídeo no YouTube vale mais do que mil palavras, eu recomendo fortemente que vocês assistam os vídeos abaixo. Aviso de antemão que, apesar de serem vídeos bem curtos, são tão constrangedores que beiram o obsceno:



A absoluta falta de regulamentação sobre essa "profissão" faz com que qualquer ser humano possa se autointitular "coach".

Aliás, você pode ir mais além e se autointitular master coach, que é o que alguns já fazem para se apresentar como uma versão evoluída em relação aos coaches comuns.

Digo mais: você pode criar o Instituto Interamericano de Coaching e vender por R$ 4 mil um cursinho online de 12 horas-aula, em que quem assistir até o final receberá o certificado de Supreme Mega Coach, ou seja, quem comprar seu curso será muito mais fodão que um mero master coach.

Como vocês podem ver, o céu é o limite para a putaria quando uma profissão não tem regulamentação alguma.

Esse desconhecido fez um curso para Leader Coaching em alguma instituição que ninguém nunca ouviu falar e agora está pronto para te dar aulas de liderança
Antes de dar ouvido àquele sujeito simpático que diz que pra você conquistar o mundo basta acreditar nos seus sonhos, peço que se lembrem que o cara que está tentando te dar lições de vida pode ser um vendedor de tapioca falido que não tem autoridade alguma para te aconselhar no que quer que seja.

E o pior de tudo é que Márcio sequer é o único coach de credibilidade duvidosa que eu conheço. Conheço também uma menina que durante muito tempo trabalhava com venda de pulseiras Power Balance no mercado livre (quem se lembra desse troço?), depois casou e virou dona de casa, e agora divorciou e virou coach de emagrecimento.

E vocês, amigos? Conhecem algum coach? Já tiveram experiência com isso? Se você é coach e ficou chateado com o post de hoje, arranja uma profissão de verdade antes de dar faniquito nos comentários.

Aquele abraço!

137 comentários:

  1. Olá Madruga

    Se pessoa sofre com a falta de auto confiança acho que tem procurar um profissional da saúde pelo menos esses tem mais ética.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem está vivo sempre aparece. Tá aí o Madruga.

      Da série gourmetização da vida. Fraquezas humanas sendo devidamente aproveitas por larápios. Esse
      fenômeno do coach é algo realmente lamentável.

      As pessoas são altamente sugestionáveis(e com o cenário terrível no Brasa, pior ainda, por isso a explosão de MMM, Hinodes e tantos outros).

      Já fui em um evento desse tipo como observador(estudo de campo).

      O que mais impressiona é a execução, são utilizadas todo o cabedal de técnicas que envolvem: lavagem cerebral, psicologia de massa, manipulação da mente, música ambiente, condicionamento de comportamentos, hipnose, uso de chavões, etc.

      Só muda o contexto, mas o mesmo acontece em igrejas.

      Discordo da regulamentação. Toda profissão deveria ser de livre exercício, sim, todas(inclusive medicina, engenharia). O processo de mercado, ou seja, indivíduos agindo voluntariamente, é o melhor arranjo.

      Sempre haverá espaço para picaretas, porque sempre haverá um tolo querendo ser enganado. Não tem como fugir disso e a história da natureza humana.

      Nobre Lifestyle
      Construindo um vida significativa em meus termos

      Excluir
    2. Texto maior que o do Dono do Blog? VSF!

      A receita para ficar rico é simplérrima: "não tenha escrúpulo", só isso. Transfere-se renda da maioria para você, ludibriando as pessoas vendendo um produto ou serviço que vale quase nada por um dinheirão. O palestrante/coach deu uma aula prática.

      Deveriam aplaudir.

      Excluir
    3. Medicina não deve ser regulamentada? É sério? Pode isso, Arnaldo??

      Meu DEus, o Rodrigo Cionstantino destruiu o pouco de bom senso que havia neste país, fodeu. Acabou tudo. Vende logo para a China...

      Se nossa juventude classe média alta fala tamanha asneira, imagine os mais pobres? Estamos lascados com essas imbecilidades.

      Dica: more numa casa construída por um " engenheiro" não regulamentado, seja atendido por um médico "liberal"

      Excluir
    4. Anônimo29 de setembro de 2017 14:34

      Ou você é burro ou mal-intencionado ou ambos. O NF deixou claro que não deve ser regulamentado pelo ESTADO de forma compulsória, mas sim pelo MERCADO.

      Existe a "REGULAÇÃO" PRIVADA e VOLUNTÁRIA. Exemplo: Java Oracle Academy, que emite certificações para programadores/arquitetos de sistemas. Ninguém é obrigado a fazer para exercer a profissão, mas ter o certificado abre portas. Entende?

      O mesmo poderia acontecer em outros mercados, não apenas TI. Sua visão da realidade é muito limitada, a interferência estatal está impregnada na sua alma.

      Acorda para não passar vergonha!

      Excluir
    5. Na Periferia as construções são todas feitas por pedreiros cachaceiros sem curso/regulamentação e os barracos estão firmes até hoje.

      Pagar Arquiteto gourmet só pra "assinar" uma obra e não fazer porra nenhuma, nem mesmo fiscalizar só serve pra encarecer e gourmetizar uma profissão tão antiga quanto construção.

      O Estado não deve ser babá de ninguém!

      10 anos de medicina não garante que um médico irá salvar vidas. Aliás, ir no consultório para o médico nem olhar na sua cara, não pedir exame, e te receitar um remédio genérico, melhor procurar no Yahoo respostas qual a doença e o remédio que precisa tomar.

      Excluir
    6. Adicionando algo contra o Anônimo que se revoltou: um engenheiro formado, "especialista" e regulamentado esteve presente e atestou a qualidade da ciclovia Niemeyer...

      Excluir
    7. Interessante esse exemplo do Java mencionado pelo Anôn das 15:30...

      Sei que essas certificações são muito comuns na informática, nunca tinha pensado nisso aplicado a outras profissões

      Abraço a todos!

      Excluir
  2. Chorando de rir dos vídeos!

    É o cúmulo da ignorância (estado de ignorar algo), e tem uma multidão de pessoas pagando para participar desses eventos (presumo que, para haver um profissional, deve ter alguém contratando).

    Desculpe se ofendo alguém, mas é parecido com a pessoa que entra em um esquema de pirâmide que já está em andamento (nos dias de hoje, quando o esquema já é tão manjado): não tem chances de dar certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Apócrifo! Os vídeos são bizarros... parecem uma seita. Eu ficaria muito constrangido de participar de eventos minimamente parecido com esses dos vídeos.

      Abraço!

      Excluir
  3. Madruga,

    Que bom que ressuscitou. Tem certeza que esses vídeos são sobre coaching e não gravações de cultos religiosos?

    Adeus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anôn. Gastei uma das minhas 7 vidas ressuscitando. Parece mesmo um culto religioso sem religião, rs.

      Abraço!

      Excluir
  4. Aeeee Madrugao voltou. Show.

    Realmente os 'coachers' dominaram o mercado ...

    Eu to fora deles kkk.

    Abraçao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse VDC nao trabalha? é o dia inteiro postando ladainha em tudo que é lugar.
      É mais um mamando auxilio de inss

      Excluir
    2. Fala, VDC! O curioso é que meu adsense cresceu mais rápido durante minha ausência do que quando estou postando... vai entender.

      Abraço!

      Excluir
  5. Muito bom o post!!!! Conheço algumas pessoas, todas mulheres. Umas ficaram desempregadas de então resolveram virar coach. Outra resolveu vender produtos Junesse (não sei se é assim mesmo que se escreve) e, para complementar a renda que deve ser muito baixa..... virou coach!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anôn. Tô até com medo de pesquisar o que é esse produto junesse, rs.

      Abraço!

      Excluir
  6. Jesus, Buda, Kardec, Maomé, Xavier... Eles fazem sucesso não é de hoje!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não os confunda com os alguns dos seus seguidores....

      Excluir
    2. Jesus é o único Filho de Deus que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria. Se encarnou na Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e ressuscitou ao terceiro dia.

      O resto são apenas mestres humanos que falaram
      coisas mais ou menos óbvias. Tirando Kardec e Xavier que eram charlatães puros.

      Excluir
    3. Jesus não existe, a Bíblia foi inventada e é reescrita de acordo com a conveniência dos padres e pastores ladrões até hoje.

      Sei que o fanatismo cega e não deixa as pessoas aceitarem, mas o homem não veio do barro, a terra não é plana, Jesus não está voltando e milagres feitos em igrejas não existem, são atores que recebem dinheiro para atuar em showmícios da fé.

      Deus pode até existir, mas com certeza absoluta, Jesus não é Deus e Deus não é uma pessoa.

      Se Deus fosse uma pessoa melhor acreditar em Zeus ou em Odim, deuses muito mais másculos e poderosos do que Jesus é na mitologia Cristã.

      Excluir
  7. kkkkkk conheço uns 5 assim. Uns 3 coach e o resto fanáticos por MMM... Depois me siga no blog. Abraço do Gari

    https://gariadvogado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bizarro como todo mundo conhece um coach hoje em dia. Banalizou com força mesmo.

      Abraço!

      Excluir
  8. Excelente post, Madruga. Em minha opinião coaching é balela e quem contrata coach pessoal deveria ser internado em um hospital psiquiátrico.

    Já estava ficando com saudades dos seus ótimos posts. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Meu amigo, falou a verdade!

    Empreendedorismo de palco é MENTIRA! MENTIRA!!!!! NÃO CAIAM NESSA SEUS BABACAS!

    Vide Bel Pesce e seus comparsas, tudo mentira, nunca fizeram nada da vida e querem te cagar regras do que fazer na sua vida.
    Ótima postagem, dou como exemplo ainda os especialista de televisão, geralmente pessoas que não sabem nada com nada e estão lá só para passar a agenda ideológica da imprensa.

    Marco

    ResponderExcluir
  10. Madruga,

    Haahahah sensacional!!! Concordo completamente ...

    Abs,

    ResponderExcluir
  11. Kkkki. Q sarcasmo sensacional! Um dos melhores posts da semana. Parabéns

    ResponderExcluir
  12. Isso tudo se deve basicamente pela popularização da internet.
    A internet deu espaço pra muita gente e também deu ao público a possibilidade de acessar todo o tipo de conteúdo.
    Com isso além de bom conteúdo deu-se a possibilidade também de muito conteúdo duvidoso ser trazido ao ar.
    O youtube tem inúmeros vídeos ensinando ou tentando ensinar coisas das mais diversas.
    Isso criou falsos especialistas em várias coisas.
    Tem vídeo mostrando como beijar mulheres falando qualquer merda. Quem assiste é que tem que ter o bom senso de não acreditar em tudo.
    Mas lixo geralmente tem muitas visualizações.
    Interessante ver pessoas que levaram a vida nas coxas virando coach.

    ResponderExcluir
  13. Aeee Madruga, ressuscitou heim, bah eu cheguei a ficar abalado com os boatos hahahaha, é sério.
    Brasileiros buscam por apoio emocional, afinal temos 13 mil brasileiros desempregados, portanto é normal a galera recorrer a estes meios duvidosos de estabilidade mental.
    O coaching pe válido no sentido de ajudar o emocional da pessoa, abrir uma visão, mas canalhice usar o titulo "coach máster" para enganar a população já deprimida.
    Penso também que o Estado não deve meter o bedelho nessa área "profissional", chega de Estados nas nossas vidas, todavia, o amargurado deve usar um pouco da consciência restante na cabeça e fugir desses Bel Pesce da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Matheus! Tem tanta coisa errada nesse negócio de master coach e outros títulos inventados que eu não sei nem por onde começar. Mas realmente essa quantidade de coaches surgiu por demanda de 13 milhões de desesperados. Com a recuperação da economia a tendência é que os coaches percam espaço também..

      Abraço!

      Excluir
  14. Boa noite, Madruga.

    Sempre existirão tipos como este.

    Vendedores de sonhos, de soluções fáceis, vivendo de fachada.

    Quanto à falta de regulamentação discordo. Deixa o próprio mercado selecionar quem quer ou não cair na conversa destes tipos. Qualquer coisa existe o judiciário pra reclamar.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fosse a regulamentação das profissões pelo governo eficiente, então os advogados deveriam ser os mais éticos e competentes, pois as faculdades são fiscalizadad pelo MEC e os advogados pela OAB.

      Se a OAB não fosse obrigatória, mas opcional e ainda com concorrência de outra entidade na fiscalização, aposto que os advogados seriam de outro nivel.

      Excluir
    2. Realmente a regulamentação do jeito que tá não é nada eficiente. Gostei do exemplo de certificação dada pela própria iniciativa privada utilizado por um Anôn em um comentário mais acima.

      Abraço, Jorge!

      Excluir
  15. Fala Madruga,
    Excelente post. A maioria das hamburguerias gourmet que abriram no meu bairro, tocadas por hipsters tatuados, já fechou. A festa não durou 1 ano. Aí o cara pega mais $$ com o papai e vai abrir uma barbearia. Coach é para quando o $$ acaba, rsrs
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maioria incorre no mesmo erro que a tapiocaria. Acha que o negócio vingou só porque está atraindo gente, mas não percebe que só está atraindo gente por conta do "fator novidade", que tem tempo limitado, a não ser que você seja esperto e constantemente renove seu cardápio.

      As hamburguerias que estão há mais tempo no mercado aqui na minha cidade são aquelas que não passam fazem "hambúrguer da semana" e "sobremesa da semana", sempre trazendo algo de novo pra não perder o fator em questão.

      Abraço!

      Excluir
  16. Caramba! O cara do primeiro vídeo conseguiu mesclar uma palestra motivacional com aula de Karatê.

    Gostei... hahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ganha lição de vida e de defesa pessoal ao mesmo tempo, rs.

      Abraço!

      Excluir
  17. Eu acredito que o pessoal de hoje esta com o psicológico muito fraco, caem na labia de pastores e pessoas desse tipo.
    Parecem que precisam de alguém para mostrar o que tem ou não de fazer para conseguir algo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muita gente emocionalmente abalada mesmo. 13 milhões de desempregados é isso aí. Imagina procurar, procurar e não encontrar emprego. Deve ser desesperador. É foda!

      Abraço!

      Excluir
  18. Nada de Estado monitorando. Pensa numa fábrica de leite: eu vendo leite envenenado, um monte de gente morre, minha fábrica é processada pelo mercado e vou à falência. Simples assim. Estado pra quê?

    Deixa que o mercado resolve tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sei que seu comentario nao foi dirigido a mim, mas se vc me permite gostaria de fracionar seu exemplo em 4 partes

      1 a fabrica vende leite envenenado
      2 um monte de gente morre
      3 todo mundo processa a fabrica
      4 a fabrica vai a falencia

      se vc tem o estado fiscalizando, vc impede 2 3 e 4 de acontecer

      se vc nao tem o estado fiscalizando vc nao so permite que o 2 aconteca, como vc tambem acaba precisando recorrer ao estado (judiciario) pra fazer o 3 e 4 acontecerem

      ate aqui nos eua a fiscalizacao e forte

      o que vc ta propondo ta mais pra anarquia do que pra liberalismo

      Excluir
    2. Desculpe, mas a afirmação do Charlito parece mais com uma ironia !

      Excluir
    3. Anon 22:45, o Estado pode até fiscalizar leite envenenado, mas deixará passar leite com papelão.

      Excluir
    4. Anon 22:45, o problema não é a regulação em si, ela faz parte do mercado, mas a regulação feita de forma estatal monopolista. O Uber regula os motoristas internamente. Há regulações feitas por certificadoras privadas que têm uma reputação a zelar. Quando ocorreu o caso da Enron, a empresa de auditoria perdeu credibilidade e faliu mais rápido que sexo de coelhos. Pode ver que quando ocorre alguma fraude e a regulação é estatal monopolista, não há punição a reguladores, eles manterão seus empregos. O caso da Friboi mostra isso. Pelo contrário, ainda vão aos microfones pedir mais recursos da sociedade. Pergunte se o Madruga prefere andar nos ultraregulados táxis ou no Uber, Cabify, Easy etc.

      Excluir
  19. hahaha ri muito. Ótimo post, só não concordo com a parte da regulamentação, a picaretagem faz parte e sem selo é mais fraca, mas você é advogado e lhe dou um desconto. Abraço! Bom que está vivo.

    ResponderExcluir
  20. Ótimo Post. Sou bem pé atrás com esse negócio de coaching, Alguém querendo ganhar dinheiro em cima de pessoas menos esclarecidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um otário e seu dinheiro um dia se separam. Estes caras apenas aceleram o procedimento. Quem entra nessa de "coach" saí mais pobre, do que entra. Fato.

      Nunca vou esquecer dessa frase enunciada por um juiz em uma audiência: "Na obsessão de se tornar milionário, esse classe média passou o recibo de trouxa".

      Trabalhem, dinheiro não dá em árvore!

      Dr.Putão
      OAB SP
      Comendo estagiárias classe média de SP como sempre

      Excluir
    2. Dr. Putão, não sei se você está realmente comendo estagiárias.
      Mas fique esperto, uma hora alguma delas processa você.

      Excluir
    3. Eles poderiam dar dinheiro para mim em vez de gastar com coaching. Tô de coração aberto pra receber o dinheiro de quem quer que seja.

      Excluir
  21. Excelente visão Sr Madruga.
    O gado é gado, e sempre será. Eles não pensam um palmo a frente do próximo passo, não reavaliam nada e deixam seus egos dizerem pra si mesmos que são "trabalhadores e merecedores" até que tudo se esvaia, depois disso, a culpa é do próximo (dos politicos, do país, dos juros, dos clientes, etc...). Não que seja fácil, mas tudo sempre esteve lá e sempre soubemos exatamente como seria. E eles escolherão não olhar/pensar/segurar.
    Esse texto foi ótimo e o exemplo da Bel Pesce caiu como uma luva. Sempre choro de rir quando falam nessa vigarista.

    Grande abraçoo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, Burguês, também me divirto muito com a treta da Bel Peixe, rs. Uma pena que a treta já passou e agora não tem muita coisa rolando além da Bel Peixe tentando resgatar a própria imagem.

      Abraço!

      Excluir
  22. Seu Madruga, bom assunto!

    Concordo com quase tudo o que disse. A internet é ótima, mas deu vozes aos tolos, que acham que sabe tudo e arrebatam milhares de seguidores. E, pasmem, muitas vezes são jovens com menos de 30 anos! Imaginem a experiência de vida que possuem para querer nos ensinar algo?

    Mas, como os leitores acima, não siga o caminho da regulamentação. Existir regras estatais para qualquer coisa não é garantia de nada, apenas de maior circulação de propinas. Para mim, todas as associações de classe deveriam ser extintas. Elas não garantem nada sobre a qualidade do serviço dos profissionais. Apenas garantem que eles pagaram a mensalidade da entidade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, André! Realmente a internet deu voz pra qualquer um ser especialista em qualquer coisa. Tem semianalfabeto por aí com milhares de seguidores...

      Abraço!

      Excluir
  23. Excelente post SM,

    O pior é que o preço do ingresso desses eventos são bem caros. Eu não gosto desses especialistas de nada, mas muita gente desesperadas pagam pensando que suas vidas vão melhorar. Pura ilusão.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É caro mesmo! Pesquisei alguns eventos de coaching enquanto escrevia o post e o preço do ingresso é pesado.

      Abraço, Cowboy!

      Excluir
  24. Simplesmente MITOU nesse post. hahaha
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  25. Interessante que esse POST me lembrou de uma discussao que li num forum de investimentos dias atras sobre uma palestra do Robert Kofaijdfoajsfas (Autor do "Pai Rico x Pai Pobre").

    Segundo relatos do pessoal que foi: uma verdadeira porcaria. (link pra quem quiser ler uma noticia a respeito: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/09/26/palestra-com-autor-de-pai-rico-pai-pobre-tem-ofensa-a-plateia-e-vaias.htm)

    Nada a ver com o tema "Coach", mas tudo a ver com o charlatanismo que esta no meio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Admiro como sempre há um esperto e um batalhão de otários, embora dessa vez, se tocaram do desprezo do palestrante. Sabe qual é um dos segredos para ter dinheiro? Não cair em contos nema acreditar em mecanismos mágicos e formulas prontas.

      Excluir
    2. Li sobre o ocorrido em sites de notícia. Gosto do livro do Kofaijdfoajsfas (também não sei escrever o nome do sujeito), mas leio como se fosse uma obra de ficção. Pra mim esse cara só enriqueceu mesmo depois do sucesso do livro. Ele nunca apresentou nenhum indício de que era rico antes do livro, então acredito nele tanto quanto acredito na Bel Peixe. Mas o livro em si é uma ótima porta de entrada pro mundo do investimento.

      Excluir
  26. Realmente essa "profissão" denominada coach foi extremamente banalizada. Aliás, nem sei dizer se um dia isso foi uma profissão séria.

    Não tenho certeza, mas eu chutaria que o termo "coach" foi cunhado por profissionais da psicologia que queriam oferecer um serviço mais "positivo", desvinculado do tratamento de doenças mentais.

    O problema é que um sem número de imbecis se apropriou dessa profissão. Hoje em dia o indivíduo perde 5 kg, vira coach de emagrecimento, passa num concurso de gari, vira coach de concursos, abre uma bodega na favela, vira coach de empreendedorismo. Complicado....

    Vou te add no meu blogroll, se puder me add ai também!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se foi criado por psicólogos, eles deram um belo de um tiro no pé, rs, pois agora o coaching virou uma "profissão" com vida própria e concorre com uma série de profissionais sérios de psicologia, nutrição, finanças etc.

      Está adicionado, favor ler o texto vermelho ao final ao final do meu blogroll.

      Excluir
  27. Jorge Paulo Lemann das tapiocas HAHAHAHAHA

    Sou advogado trabalhista desde 2012 e posso te garantir que muito ex-empregado inventa assédio moral onde não tem pra tentar embolsar uma bufunfa a mais através da famigerada indenização por dano moral.

    Pode ser o caso que você contou (mulher apalpada).

    Se a juíza do trabalho for mulher eu sinto muito pelo Marcio. Juízes do trabalho são marxistas culturais (que ganham 25 mil por mês), imagina se o processo cai na mao de juíza que entrou na moda do empoderamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu também vi conversas de Whatsapp entre essa ex-empregada e o cara. A não ser que a conversa seja forjada, acho que ele pegou bem pesado mesmo no quesito xingamentos, rs.

      Excluir
  28. Madruga, excelente post! E que bom que está vivo! rs


    Acho essa popularização de especialistas em nada muito ruim. O Coach pode sim ajudar muito (um coach sério) e essa galera está deturpando o significado e fazendo verdadeiros "cultos".

    Porra, tem vários desse. Outro dia vi um tal de Gabriel Goffi, o cara era um bom jogador de poker, ai veio com uns papinhos de hacking lifestyle, cobrando 5 conto em um curso online.... ah para né??? E o Murilo Gun então? A mesma coisa... Isso é a Bel Pescização das coisas kkkkk


    E nessa, os bons acabam perdendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Bel Pescização" hahahaha

      O Goffi inteligente. Viu um nicho de mercado, viu que muita gente é altamente influenciável. Fez uns vídeos de qualdiade e está ai, deve está milionário. Era massa o high stakes dele. Será que ele faliu? Acho que não né...

      Excluir
    2. Se você tá falando que Goffi é inteligente pq soube surfar bem na onda do empreendedorismo de palco, aí eu concordo com vc.

      Mas no quesito conteúdo ele é uma Bel com piru.

      Excluir
    3. Fala, Enriquecendo!

      Esse camarada do Poker é bem Bel Pesce com piru mesmo, como disse o Anôn.

      Só que ele tem a estratégia perfeita, já que ninguém consegue investigar o quanto ele realmente ganhou jogando Poker.

      Se você procurar o nome do cara no Google, você vê que ele realmente participava de campeonatos e se deu bem aqui e ali, o que dá um certo grau de veracidade pra história que ele conta sobre ele mesmo.

      Mas será realmente que ele era o fodão do Poker? Quantos campeonatos ele ganhou? Quantos ele perdeu? Ficou milionário jogando? Jamais saberemos.

      Excluir
  29. Fala Madruga!

    Voltou com tudo, muito bom! Excelente texto.

    Empreendedor nutella é foda, o cara não se contenta em se achar um fodão com sua tapiocaria-vegana-gourmet e ainda quer se achar melhor que o Zé da Quitanda que vende alface com larvas à 50 anos, formou 3 filhos médicos, 1 engenheiro e 2 dentistas além de ser dono de metade das casas de aluguel da vila. O mundo tá gourmet demais, puta que pariu!

    Coach de cu é rola, "no meu tempo" coach era o cara com mais experiência que vc conhecesse, vc ia lá no estabelecimento/casa dele, fazia umas perguntas, pedia opinião e no máximo pagava um café/cerveja. Comigo foi assim, com meu ex patrão português que sempre me "coucheou" quando precisei sem combrar 1 real.

    O mundo sempre teve cheio de aproveitadores, coach são os aproveitadores gourmet.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Corey! Também tenho muita preguiça de lidar com essa galera do "empreendedorismo lifestyle", como se empreendedorismo fosse algo muito além de ganhar dinheiro. É foda!

      Abraço!

      Excluir
  30. Conheço essa aqui: https://www.priscillamelocoach.com/sobre
    Gatinha ela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz...

      essa daí pode ficar la em casa falando de coaching, feminismo, luta contra o machismo, dilma coração valente, empoderamento feminino, psol, poliamor, luta de direitos lgbt e o que ela quiser, que eu fico quieto igual um capacho so escutando enquanto admiro a beleza dela

      Excluir
    2. Realmente a coach em questão está de parabéns.

      Excluir
  31. Olá Madruga, acompanho seu blog a um tempo e gosto do seu conteúdo.
    Nesse caso acredito que nem tem como regulamentar. A liberdade de expressão dita que todo mundo é livre para dar palestras sobre a merda que quiserem. É obrigação das pessoas terem um mínimo de bom senso e não saírem jogando o dinheiro delas para os golpistas.
    Na verdade penso igual disseram ali em cima sou contra o Estado ser babá das pessoas, já passou da hora da população prestar atenção em quem decide seguir ou pagar sozinha pelas consequências.
    Lógico se comprovado uma fraude a lei deve punir os golpistas, mas nesse meio tempo as pessoas tem de aprender a parar de dar corda para esse pessoal também.
    Para mim é igual aquele golpe do bilhete premiado, o golpista chega nos idosos com um migué cabuloso dizendo que ganhou na loteria, mas aceita dar tudo para o idoso caso este dê uma pequena entrada. Qualquer um com dois neurônios sabe que se fosse verdade a pessoa que está entregando o bilhete estaria abrindo mão de uma quantia enorme = logo impossível alguém fazer isso em sã consciência. Mas os idosos caem nessa porque se julgam os espertões que vão tirar vantagem em cima do outro. Se não fosse a ganância humana a maioria dos golpes não daria certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anôn 3/03! Quando eu falei em regulamentação, pensei mais no sentido de que se o cara está por exemplo agindo como coaching do emagrecimento sem ser médico, nutricionista ou professor de educação física, não estaria ele agindo de maneira fraudulenta e praticando crime de exercício ilegal da profissão? Concordo contigo e com outros comentaristas que quanto menos Estado melhor, mas qual é o mínimo de Estado que precisamos para a coisa toda não virar uma baderna completa?

      Abraço!

      Excluir
  32. Conheço um coach, tentou ser especificar o coach dele para vários ramos, fez o curso de coach em 2 fds em 2016, depois fez o MASTER coach em 2 fds, e virou Pica. Agora pagou o curso para ser MASTER MEGA COACH PICA DAS GALÁXIAS no canadá, foi lá, ficou 4 dias e voltou. Saiu postando nos grupos de whats, no face, no insta. Agora ele é o Pica Master Coach certificator de OUTROS COACHS! Ai sim juvenal, achou o melhor nicho! Nicho em que você treina outros pilantras. Esse tem demanda enorme, ai sim, agora vai render. Até hoje ele conseguia dá uns treinamentos de graça em grupos de órgãos públicos ou um ou outro perdido na vida que ia nele no Life coach ou bussness coach hahahaha. mas uma coisa é legal, ele é esforçado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse lance de ser coach professor de coaching é um nicho da porra mesmo. Já vi uns caras no YouTube surfando nessa onda. Se digitar "viver de coaching" no YouTube eles aparecem.

      Daqui a pouco alguém se lança como Professor de professor de coaching, pra ficar acima no esquema hierárquico da coachologia.

      Excluir
  33. Lembrei do filme "o poderoso chefão": "um homem tem que comer...". As pessoas tem que se virar cara, e nem sempre voltam ao mercado de trabalho de modo tradicional. A tendência é inventar uma picaretagem por ter sido sempre picareta.
    Não concordo em regulamentar a profissão. Escola é regulamentada e não se aprende nada útil lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, CF! Pensando bem, é melhor que elas virem coaches do que flanelinhas, mendigos, assaltantes etc, rs.

      Abraço!

      Excluir
  34. coach é uma nova religião onde o deus é você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk, excepcional! Sem palavras para sua definição ímpar.
      Vendo os vídeos, me senti nas Igreja Universal! Kkkk

      Excluir
  35. A vida real é uma desgraça, por isso as pessoas sempre procuram a ilusão. O que é melhor? Um coquetel de antidepressivos e continuar na mesma vida de merda sem resolver nenhum problema e agora mais pobre graças ao custo dos remédios, ou passar por esses levantamentos de ânimo para tentar melhorar suas vidas medíocres?

    Não condeno quem paga e vai nesses cursos. A vida real é muito sem graça e monótona, por isso vemos filmes, jogamos videogames, lemos ficções. É esses cursos são só uma forma de quebrar a monotonia de suas vidas, assim como a igreja faz ou qualquer outro evento social.

    Só se torna uma problema quando vendem algo que não podem entregar, aí cabe aos consumidores parar de consumir e financiar esse tipo de lixo.

    Não peça por mais estado, ele é o maior de nossos problemas.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  36. Cara esse lance de Coach é uma bosta. Converse com alguém de psicologia que você entenderá o quanto ruim é esta merda... Conheço lembrando rápido 3 coachs, na verdade masters coachs.... Um casado com um palhaço, outro preguiçoso prostrado e o terceiro a vida pessoal é tão ruim que sinto pena da família.

    Na minha visão isso é exercício ilegal de profissão. E deveria virar objeto de regulamentação urgente.


    A nova onda dos Gurus..

    Madruga, mais uma vez excelente post. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Detalhe, trabalho com uma fracassada que fez coachs. Quando eu pergunto pq a vida dela é tão merda, ela fala que não se esforçou... Lamentável.

      É por isso que nessa bosta de país tem tanta igrejinha meia porta....

      Excluir
    2. É aí que está a magia do coachismo, o cara promete mudar sua vida, mas se sua vida não mudar a culpa é sua. Assim fica fácil....

      Excluir
  37. Sabe o que deveria ser ensinado em cursos de empreendedorismo? Uma forte base em finanças e noções em marketing e RH. Isso que é necessário para alcançar sucesso.

    Aí me vem o cidadão ensinar: "acredite nos seus sonhos porque tudo é possível". Pqp, e de doer o cu da bunda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Aí me chega a porra do empreendedor de palco e me diz que empreendedorismo é vontade de mudar o mundo, e que dinheiro é só uma consequência.

      Excluir
  38. Fala Madruga, quanto tempo hein, cheguei a ficar preocupado que vc tivesse morrido.
    Madruga sua habilidade de escrever é excelente, ótimo texto.
    Gostaria que vc pesquisasse e escrevesse sobre o Golpe MMM, que está bombando no Brasil,podendo estourar a qualquer momento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Conde! Tô vivo, obrigado pela preocupação. Vou pesquisar sim, não sei do que se trata.

      Abraço!

      Excluir
  39. https://www.youtube.com/watch?v=SU7nOgWxHV4

    Bel PEsce continua mentindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Victor! Assisti o vídeo. Concordo com o Izzy, pelo visto ela está gastando uma graninha pra tentar recuperar a imagem por meio de entrevistas que não adentram de verdade nas mentiras que ela contou.

      Mas acho que dificilmente ela vai se recuperar do abalo que sofreu. Ela deve ter sofrido um baque financeiro do cacete na carreira de empreendedora de palco e de escritora dela, e não vai conseguir manter a estrutura que ela mantém na empresa dela.

      Mas se ela foi esperta, guardou dinheiro pra ser bem de vida pro resto da vida. Ela ganhou muito dinheiro com venda de livros e palestras depois que a grande mídia cegamente comprou a conversinha dela.

      Excluir
  40. Fala Madruga!!! Voltou com tudo hein?
    Hoje mesmo estava conversando sobre esse assunto... qualquer um vira coach, e o pior, tem muito tonto que acredita nessa baboseira.
    Os "Jovens dinâmicos" estão criando um novo patamar de charlatanice... vamos ver onde isso vai parar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o que leva uma pessoa a acreditar nesses charlatões é puro desespero mesmo. É só olhar os vídeos que linkei no post pra sentir o desespero nos olhos de quem tá participando daqueles eventos.

      Abraço, Anôn!

      Excluir
  41. Bem vindo de volta Madruga !
    Você bem que poderia apresentar Márcio, o coach à Vanessa, a advogada ! Que belo casal fariam, não acha ?
    :) :) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Anôn. Boa ideia, rs, formariam mesmo um belo casal de mongolóides.

      Abraço!

      Excluir
  42. Fala Madruga! Ainda não li o texto, mas fico feliz de saber que está bem... Comentaram em outro post que você tinha morrido em um acidente de automóvel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Felipe! Foi só boataria mesmo. Não cheguei nem perto de morrer em acidente de automóvel nos últimos meses, rs. Abraço!

      Excluir
  43. onde trabalho cada ano o maldito RH de lá. faz uma palestra com um coach é uma porcaria sempre falam a mesma coisa. faz um piada um gesto idiota e o pessoal da empresa repete suas palavras ou gestos pelo o ambiente como fosse uma piada interna. haja saco para isso. e o problema que sou obrigado a ir pois leva advertência se faltar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que horrível ser forçado a comparecer nisso, Anôn. E o pior de tudo é que o pessoal da sua empresa adora, pelo visto. Vai entender...

      Excluir
  44. Coach é meu ZOVO. Mas regulamentação é o KCT.

    ResponderExcluir
  45. carai madruga vc é brilhante! coach de cu é rola
    vou fazer um pedido: faz um post desse escrachando as piramides (foco na honode)
    bom ter vc de volta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Anôn! O que é Honode? Procurei no Google e não achei nada.

      Excluir
    2. Acho que o anônimo quis dizer Hinode, tem gente que pronuncia "hinôdê".

      Excluir
    3. Ah, sim! Já vi uns carros com esse tal de Hinode adesivado, mas não fazia ideia de que é esquema de pirâmide. Vou pesquisar. Obrigado!

      Excluir
  46. e a Vanessa?? estamos esperando os próximos capítulos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No momento não tem muita novidade em relação a ela, mas quando tiver com certeza faço um post novo. Abraço!

      Excluir
  47. Cacete, voltou em grande estilo. Que postagem maneira, parabéns pelo conteúdo interessante e impactante.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  48. Esse cara é um "kulti" de estelionatários, 171, isso sim ele pode dar aula e treinamento.kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A parada beira o estelionato mesmo. Mas como disse um anôn mais abaixo, azar de quem cai nesse golpe.
      Abraço!

      Excluir
  49. Há muitos "Coaches" que são pobres e mal sucedidos, só servem para falar palavras de incentivo, como pode ainda ter empresas que contrata esses charlatões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Stifler! Com certeza a maioria dos que estão por aí viraram coach porque falharam em todas as outras que fizeram antes.

      Abraço!

      Excluir
  50. só discordo quanto a necessidade de regulação por parte do estado.
    se a pessoa é idiota pra acreditar nesses coaches, não é uma regulação que vai impedir isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas muitos coaches falam de psicologia, medicina, educação física, nutrição etc como se especialistas fossem, isso não é perigoso? Se com os especialistas "de verdade" o serviço já costuma ser medíocre, imagina numa terra sem lei.

      Excluir
  51. Porra Madruga, voltou com força total. Não podemos deixar de mencionar também a galera do MMN (marketing multi nível), esse ai são os ultra fucking coaches que são tratados como deuses (daria um bom cap.2 deste post hehe).

    Ótimo post, estamos felizes com o seu retorno, meu caro!

    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daria mesmo uma boa parte 2, Albino!

      Valeu, amigo!

      Abraço!

      Excluir
  52. Coach, MMN e outras formas de passar a perna lindamente. Infelizmente muitos brasileiros têm orgulho disso, não basta fazer merda têm que mostrar para o mundo.

    Pessoal depois se possível da uma passada no meu blog, estou começando nesta jornada gostei muito no estilo destes blogs.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tal uma fusão de coaching com marketing multinível? https://www.youtube.com/watch?v=m9gk2aM00lc

      Excluir
  53. Ouvi dizer que o Madruga foi sequestrado, procede essa informação?

    ResponderExcluir
  54. Desculpa até minha infantilidade. O primeiro coach que ouvi falar foi o seu madruga naquele episódio do futebol americano RS RS

    ResponderExcluir
  55. Muito bom Madruga!

    Conheço uma figura que já tentou de tudo na vida, não deu certo em nada e agora tem canal no youtube sobre coaching.

    Meu pai me ensinou que temos que ver o dinheiro em primeiro lugar sempre, nesse caso, onde o cara mora, chegou com que carro, que outro rico segue ele etc.
    Nunca acreditar no que a pessoa aparenta ser ou diz ser, pesquisar para ver o que realmente ela é.
    Na dúvida, não acredite em ninguém.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...