terça-feira, 28 de abril de 2015

Apps para controle de gastos

"Com o que diabos eu gastei o meu dinheiro?" era uma pergunta muito recorrente em minha vida, até que resolvi colocar meu celular à serviço da busca pela independência financeira.

Em meio a enorme quantidade de lixo que permeia a seção de finanças da appstore, testei vários apps de controle de receitas/despesas, e hoje venho aqui perante Vossas Senhorias falar sobre dois deles.

Moni



Esse app me cativou pela sua simplicidade, e graças a isso tive uma história de amor com ele que durou mais de um ano.

O moni tem um conceito bastante simples: crie as categorias que bem entender e depois clique no + para registrar uma receita e no - para registrar uma despesa.

Segue uma foto da interface do app retirada do google imagens:

A foto está em inglês mas o app é compatível com PT-BR e R$

Com o moni baixado em meu celular, criei as categorias "Conta Corrente", "Poupança" e "Dinheiro em mãos" e assim fui tocando minha vida, anotando cada receita ou despesa feitas nessas categorias.

Porra, Madruga, anotar cada peidinho financeiro me parece desnecessário e trabalhoso. 

Caras, eu estou muito satisfeito em ter 100% de controle sobre os meus gastos e minhas receitas. Isso me permite ter um panorama completo sobre onde foi parar cada real gasto, e isso me deu mais senso crítico sobre como controlo o meu dinheiro. 

Por exemplo: você lembra exatamente de todas as despesas que teve em novembro do ano passado? Você provavelmente não lembra, e por isso você não tem como olhar pra trás e tirar lições pro futuro, pois não sabe se o dinheiro foi mal gasto ou bem gasto.

Confesso que no começo não foi fácil acostumar a registrar cada transação, mas depois que peguei no embalo não parei mais, até porque não demora nem 20 segundos pra tirar o celular do bolso e registrar uma receita ou despesa.

Se ainda assim você acha que registrar cada centavo é nazismo financeiro demais pro seu gosto, você pode, por exemplo, sacar R$ 100/mês de sua conta corrente, registrá-lo como "saque pra viver a vida" em seu moni e gastar esse dinheiro como bem entender. Dessa forma você tem R$ 100,00 (ou quanto quiser) livres de qualquer registro e o resto do dinheiro totalmente sob seu controle.

Chega de falar desse app, vamos partir para o próximo:


Meu porquinho



CALMA, eu sei o que você está pensando, mas não julgue um livro pela capa. Esse nome gay e logotipo infanto-juvenil escondem um dos apps mais fantásticos para controle de gastos que já vi na vida.

Como eu disse anteriormente, o que me motivou a usar o moni foi sua simplicidade. Ironicamente, a simplicidade foi também o motivo que me levou a parar de utilizá-lo: o moni nada mais é que um gigantesco extrato de receitas e despesas. Se você quiser analisar o seu mês de março de 2013, por exemplo, você tem que passar 15 minutos escrollando pra baixo até chegar nesse período.

Foi por essas e outras que meu relacionamento com o moni foi esfriando e passei a sair por aí nas madrugadas explorando outros apps de controle financeiro enquanto o moni chorava em casa por causa da minha infidelidade.

O olhar sedutor do porquinho rosa ali em cima roubou me seduziu, de modo que arrastei o moni para uma pasta inútil do meu iphone e o abandonei (só não deletei pois ele contém mais de um ano de registros e exportar dados nele exige conta premium).

O Meu Porquinho segue a mesma lógica do moni: você cria as categorias que quiser e vai registrando as receitas e despesas. Segue a interface dele:


O toque de mágica desse app é o seguinte: ele te entrega de bandeja um panorama geral dos seus gastos com base nas categorias que você mesmo criou.

Ao contrário do moni, não há a necessidade de você sentar numa mesa e analisar transação por transação para saber como o seu dinheiro vem sendo utilizado. 

Com apenas algumas dedadas na tela de seu celular, o Meu Porquinho cria gráficos (em forma de pizza ou de rosca) que já lhe permite de cara avaliar com o que diabos você anda gastando suas dilmas:

Nesse gráfico pode constar seus gastos com remédios, putas, drogas ou qualquer categoria que você quiser criar.

E o mais legal de tudo é que é possível criar gráficos também por períodos. Quer um gráfico retratando um ano de gastos? O meu porquinho te mostra. Quer um gráfico só do mês de março? O meu porquinho te mostra.

Enfim, eu citei o moni nesse post mais por respeito ao período em que ele me foi útil, mas o fato é que o Selo Madruga de Qualidade vai para o Meu Porquinho.

Esperto que lhe seja útil.

Abraço do Madruga!

PS: ambos os apps são gratuitos (ao menos eram na data deste post).
PS2: Eu não sei dizer se esses apps estão disponíveis para Android.
PS3: Fiquem à vontade para sugerir outros apps de finanças. 

9 comentários:

  1. Obrigado por compartilhar suas experiências.

    ResponderExcluir
  2. Muito boas dicas! Gosto do Moneywise, ele tem as mesmas aplicações do "porquinho" e ainda ten u a parte de orçamento que e muito interessante! Vale a pena conferir...

    ResponderExcluir
  3. Muito boas dicas! Gosto do Moneywise, ele tem as mesmas aplicações do "porquinho" e ainda ten u a parte de orçamento que e muito interessante! Vale a pena conferir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Vinicius! Acabei de testar e gostei bastante também!

      Excluir
  4. Meu celular é um sequíssimo LG a prova de quedas, até sobreviveu a um banho de água : ) o tipo que só faz ligação. Com estas postagens eu até me animo a pegar um smartphone : )

    ResponderExcluir
  5. Madruguinha, vou adicionar teu blog a minha blogroll. SE me adicionares falo com o Seu Barriga para aliviar teus 14 meses de aluguel

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...