domingo, 3 de julho de 2016

Desempenho junho/2016 (+4,83%)

Nesse mês de junho dei mais um passo de tartaruga rumo aos R$ 100k. Vejamos:


Aproveito o fim do semestre para comparar a rentabilidade do meu patrimônio com a de alguns blogueiros que já fizeram seus posts de junho:

Mestre dos Dividendos: 1% a.m.
Investidor Livre: 2% a.m.
Dr. Honorários: 2,5% a.m.
Surfista Calhorda: 3,12% a.m.
Executivo Pobre: 3,72% a.m.
Madruga: 0,67% a.m.


Ao contrário de mim, todos os colegas acima citados investem em ações e pelo visto o mercado tem sido generoso, o que pode explicar o bom desempenho deles, mas não justifica os meus pífios 0,67%.

Preciso, então, sentar na cadeira e tentar entender o que está acontecendo.

A propósito, vou dizer como está distribuído meu patrimônio, e se alguém descobrir o que está socando a minha rentabilidade para baixo, peço que me avise:

R$ 30k em LFT.
R$ 14,5k em NTN-B P 2019.
R$ 4.1k em LTN 2018.
R$ 25k em CDB de banco obscuro rendendo 1% a.m. líquido.
R$ 4,5k em KNRI11, rentabilidade no semestre de 3,4% a.m.
R$ 4,1k em AGCX11, rentabilidade no semestre de 0,98% a.m.
R$ 3,9k em RNGO11, rentabilidade no semestre de 0,44% a.m.
R$ 4,2k em BBPO11, rentabilidade no semestre de 2,5% a.m.
R$ 3,1k em Caderneta de Poupança.

Deve ter algo a ver com o fato de que parte relevante do meu patrimônio está aplicado em TD, eu registro valores líquidos na minha planilha, e no momento a tabela regressiva do IR ainda está na alíquota máxima. Será esse o motivo?

Empresa:

Mês tranquilo na minha empresa com uma distribuição de lucros mediana que me permitiu aportar 3.300,00 temers.

Em junho as expectativas de ver dinheiro grande entrando continuaram sendo meras expectativas, como aliás vem sendo desde que comecei a trabalhar.

Todo santo mês eu acho que vai entrar uma grana cabeluda e que farei um aporte turbinado, mas no fim das contas isso não acontece e meus posts de desempenho mensais são sempre compostos de aportes modestos.

Estou numa situação financeiramente confortável, mas que nem de longe considero satisfatória.

Digo isso pois não acho que vale a pena ser empresário e só ganhar em média 5 ou 6 mil temers por mês, como tenho ganhado.

Se for pra ganhar só isso, é bem melhor virar funcionário público, já que ao menos você terá estabilidade e nenhuma pressão.

Passe num concurso, deixe o pudor de lado e se junte ao clube dos que mamam nas tetas dessa prostituta chamada Estado brasileiro. Haja como se seu cargo fosse o mais importante do universo, conte para todo mundo sobre como você trabalha pesado, te garanto que por educação as pessoas vão fingir que acreditam.

Se for para ganhar só R$ 5/6 mil, também é preferível ser empregado na iniciativa privada.

Sei que ser empregado na iniciativa privada não é tão confortável quanto encostar num cargo público, mas ao menos você terá sua remuneração todo mês, terá direitos trabalhistas e o risco da atividade empresarial será do dono da empresa, e não seu.

"M-Mas eu quero empreender, não quero ter chefe e quero controlar meus próprios horários".

Ouço e leio bastante esse papo, inclusive na blogosfera.

É claro que todo mundo deseja isso, pois não ter chefe e poder controlar seus próprios horários é algo realmente fantástico.

Sinto-me muito bem em poder trabalhar sem gente me vigiando, sem bocas dizendo o que é permitido, sem precisar pedir autorização pra sair de tarde e resolver problemas pessoais.

Esse é o tipo de liberdade que, depois que você adquire, não quer mais perder nunca mais.

Mas o discurso do "empreender-não-ter-chefe-e-controlar-meus-horários" é sempre focado no bônus, o ônus quase sempre é deixado de lado.

O ônus a que estou me referindo é o risco da atividade empresarial.

O risco da atividade empresarial é o responsável pelo altíssimo índice de mortalidade das empresas que sempre se noticia por aí.

Ele é, em suma, a enorme possibilidade das coisas não acontecerem da forma como você planejava, e de brinde você ainda ser surpreendido com empecilhos e imprevistos inimagináveis, além de ter que lidar com um poder público hostil às empresas, que parece sentir prazer em atrapalhar.

É também a possibilidade de estar tudo bem com sua empresa por 10, 15, 20 anos, e depois você sofrer algum revés violento, falir e passar o resto da vida tendo que manter seu patrimônio em nome de terceiros para fugir de credores e juízes trabalhistas.

É um campo minado, um risco que não vale a pena correr por R$ 5/6 mil, pois a falência costuma ser algo infinitamente mais drástico do que ser demitido de um emprego, e por isso eu volto a repetir: se você almeja ganhar só isso, seja funcionário público ou empregado.

No meu específico caso, sigo tocando uma empresa pois acredito piamente que ela renderá bons frutos. Se algum dia eu perder a fé na possibilidade de enriquecer com minha empresa, seguirei o conselho deste post e procurarei outros rumos.

Vida pessoal:

No campo pessoal junho é um mês que não me agrada por dois motivos: (1º) tem o dia dos namorados, data criada com o único intuito de transferir dinheiro do seu bolso para o bolso dos comerciantes, e (2º) além disso eu completo "x" anos de namoro, outra situação que me deixa moralmente vinculado a fazer um agrado para a parceira.

Como me sinto todo mês de junho
É um mês que sempre me põe a pensar sobre como o ato de dar presente é estranho.

Presentear é algo tipo: "gosto tanto de você que gostaria de demonstrar apreço te dando essa sapatilha que me custou R$ 170,00, que eu não sei se você vai gostar ou simular que gostou, não sei se vai caber no seu pé ou se você vai ter que ir na loja trocar, não sei se você compraria essa sapatilha se os R$ 170,00 que eu gastei fossem seus, mas enfim, eu precisava te dar algum objeto manufaturado para demonstrar minha estima e consideração, então sorria".

Não faz sentido.

Eu gostaria que houvesse um acordo entre todas as pessoas que eu conheço e eu proibindo a troca de presentes entre si, de modo que quem quiser mostrar apreço um pelo outro assim o faça mediante carta, SMS, telefonema, WhatsApp, Telegram, Facebook, Orkut, sinal de fumaça, marcarem de se encontrar etc, tudo menos presentes.

Mas no geral eu já sou socialmente estranho por uma série de outros motivos, então por ora vou continuar entrando na dança do presente e continuar agindo como se o ato de presentear fizesse algum sentido, embora para mim não faça.

Há outros assuntos que quero comentar, mas vou fazer isso em posts separados ao longo de julho.

Aquele abraço! Bom 2016/2 a todos!

42 comentários:

  1. Como assim 0,67? A rentabilidade mensal foi de 1,09%, não? Seria a rentabilidade mensal média em 2016?

    De toda forma, parabéns pela evolução! Excelentes aportes!

    ResponderExcluir
  2. Fala Dr! Esses 0,67% são 4,06% (minha rentabilidade acumulada do ano dividido por 6 meses.

    Obrigado! Quem sabe um dia farei um aporte de 5 dígitos como você fez em junho.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. E a média de rentabilidade? no ano seu madruga.
    Pois já faz uns 4 meses que estou com rentabilidades absurdas.
    Fevereiro: 2,08%
    Março: 7,56%
    Abril: 5,04%
    Maio: 1,85%
    Junho:4,50%

    Acumulado Ano:18,20%

    ResponderExcluir
  4. Madruga, vou tomar a liberdade de responder ao seu post em breve com um post em meu blog comentando sobre esses ônus e bônus entre ser empregado ou empresário que se extendem a decisão de crescer ou permanecer pequeno no mercado.
    Nem lembrava do dia dos namorados. Minha esposa e eu não nos damos presentes nunca em datas especiais. Nem aliança temos até hoje. Fomos pão duros demais neste sentido por acreditar que não faz sentido comprar o que não precisamos por que a sociedade exige.
    Minha dica é: não dê nada... Converse com ela a respeito e se for o caso de dinheiro pra que ela compre alguma tralha. Apesar de ignorar o romantismo, vai sair bem mais barato. Aí você leva ela pra jantar ou fazer qualquer coisa não muito cara em razão da data.
    Meus amigos que obrigatoriamente dão presentes caros acabaram quebrados e com a mulher cheia de coisas que não usa pra alimentar o ego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande CF, fico no aguardo do seu post sobre o assunto.

      Ainda não conversei com minha namorada sobre o assunto, mas sou totalmente favorável à ideia de parar de trocar presente, acho uma enorme perda de tempo e de dinheiro.

      No entanto, as opções já estão de esgotando, já dei tudo o que tinha para dar, então tá na hora de ter essa conversa.

      Excluir
  5. Não adianta muito fugir vc vai ter um "patrão" te dizendo oq fazer e te cobrando independente do lado que esteja

    Quando tiver seu próprio negócio seu patrão será seus clientes

    A encheção de saco vai continuar de qualquer forma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, não tenho chefe mas tenho cliente enchendo o saco.

      Mas só pra dar um exemplo: nós tínhamos um cliente tão irritante, mas tão irritante, que depois de cumprir nosso contrato com ele nós dissemos: nunca mais nos procure, nós não vamos prestar serviço pra você nunca mais.

      É o tipo de coisa que não dá pra dizer para o chefe, rs.

      Abraço!

      Excluir
  6. SM, primeiramente parabéns pela nova marca alcançada.

    TALVEZ a maneira como vc está montando a rentabilidade esteja incorreta... no valor das aplicações de TD, vc já coloca o valor líquido? E para os FIIs, como monta a rentabilidade?

    Acho que aí que está o ponto.
    52% da sua carteira está em TD.

    Abraço

    InvestSP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu madruga não conseguiu uma taxa de retorno interessante pois não esta exposto ao risco em demasia como os demais blogueiros , porem basta mercado virar para ele ultrapassar todo mundo " Alta exposição na renda variável catapulta seu investimento ou Afunda repentinamente.



      Excluir
    2. Fala Mestre...

      to com uma carteira de TD (NTNB 19 e 24. Ela tá +15% no ano.

      Ele tá com 30k em LFT + 15 em ntnb... não faz sentido ele ter essa rentabilidade pois os FIIs e o CDB dele também contem uma rentabilidade legal...

      O que quero dizer é... ele está em aplicações mais conservadoras que a de outros blogueiros... isso é um fato. Porém, pelo mix que descreveu ele deveria ter sim uma rentabilidade maior.

      Abraço

      Excluir
    3. Anon tem de ver qual taxa ele pagou no títulos NTN-BS,qual incidência de IR 22% 20% ou 17%, além da marcação a mercado que pode alterar resultado mês a mês.
      Cheguei a ter ganhos em NTN-B de mais de 3% a.m prejuízo de acima -2%, tudo depende da duração do título se for longa maior será volatilidade dos títulos.

      Excluir
    4. se ele comprou os títulos antes de 2016... e ele tem o mix que apontou.. seria indiferente a taxa que ele pactuou... o que importa é o fechamento dos meses de 2016...

      Excluir
    5. Anon das 15:19, obrigado amigo!

      Todos os meus TDs foram comprados em 2015 com taxas muito boas.

      O Mestre tem razão, minha carteira é conservadora se comparada aos demais, tenho muita aplicação em renda fixa, porém justamente por isso eu esperava que minha rentabilidade fosse ao menos 1% a.m., ainda mais quando os FIIs finalmente passaram a render bem.

      Excluir
  7. Seu Madruga, o pessoal geralmente coloca a aplicação com a cotação que fechou para ações por exemplo.
    Não coloca o valor que receberia caso vendesse no preço de fechamento.

    Nesse sentido, colocar o valor líquido no TD é um erro.

    O critério de cálculo da blogosfera está sendo diferente entre os participantes de rankings ?

    Essa é uma pergunta interessante...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o critério deve ser o preço atual, não o preço futuro de vencimento do título. Abraço

      Excluir
    2. VdC.. acho que isso o SM está fazendo...

      o que ele vc não faz que ele faz é abater esse valor do prazo da aplicação trazendo pra valor líquido...

      acho que no seu caso vc monta a rentabilidade bruta do investimento, correto ?

      Excluir
    3. O correto seria pela rentabilidade líquida " pois é este valor que tu tem caso resgate investimento em determinada data! outra observação valor de mercado dos títulos oscila conforme curva de juros futuro.
      Na ação não da para tu descontar corretamente imposto de renda muito menos nos FII em função de 2 variáveis " prejuízo" não apurar imposto " Lucro apurar imposto" " "prejuízo acumulado abate imposto de lucro", neste caso que interessa sempre será valor de mercado do ativo, apenas apura rentabilidade liquida caso venda determinado ativo incorporando reservas líquidas para carteira.
      Adendo seu madruga: Minha rentabilidade no ano esta em 18,20% dividido por 6 = 3,03% a.m.

      Excluir
    4. Mestre, esse cálculo está errado, pois lidamos com juros sobre juros. O valor correto a.m. é 2,83%.

      Fórmula no excel: =POTÊNCIA(1+F5;1/6)-1

      Crédito ao Viver de Renda, onde aprendi que investir sem matemática financeira é como navegar sem bússola.

      Excluir
  8. Olá Madruga!

    A rentabilidade não esta ruim, o importante é acumular patrimônio, e se subiu mesmo sendo 0,67% acho que é bem melhor que ter redução.

    Sobre Junho, na minha opinião, não tem isto de 'sou obrigado a presentear'. Minha esposa já acostumou, eu não olho nada destas datas, não tem jantar especial, não tem presente especial, quando eu quero comprar algo compro qualquer dia mesmo, não me prendo a estas datas não, talvez eu seja o único que não tem estes problemas rsrs, sou muito frugal nesta parte.

    Sobre a empresa, concordo contigo, e foi uma das análises que me desmotivou a abrir uma loja franqueada no ramo de alimentações: Se o lucro em média de uma loja como eu abriria seria de R$ 10.000,00 mês, meu salário + o que eu investiria já cobrem este valor, e ainda tenho plano de saúde, FGTS, alimentação, bônus e mais coisas, então, não valeria a pena mesmo.

    Mas, como você citou, você tem planos de aumentar a renda com a empresa, então acho que vale a pena sim continuar tentando.

    Abraço Madruga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo visto fez bem em não abrir a empresa em questão. Se for pra abrir uma empresa, que seja com a perspectiva de ganhar rios de dinheiro, do contrário não acredito que valha a pena. Por enquanto ainda tenho essa perspectiva, por mais que meus resultados mensais não estejam demonstrado grande evolução nos aportes. Abraço!

      Excluir
  9. Dr. Madruga, seu aporte não está mal não. Pode ser mais uma questão do risco x retorno que sua carteira se encontra.
    Com relação a sua situação de remuneração, eu entrei nessa vida de trabalhar por conta própria a pouco tempo, é muito estranho. Não tenho chefe, horário, pressão... Mas em contrapartida, se eu não produzir eu não recebo e ainda perco o cliente. De certa forma a pressão existe, mas nunca como era antes. Tem vezes que me pego fazendo meu trabalho atual, e penso: "Poderia fazer isso o resto da vida".

    Não vou falar de junho nem dos presentes, pq senhora Ri é leitora assídua de seu blog e melhor deixar junho para trás kkkkk.

    Forte abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso aí que você disse, quem tem empresa pode até não ser chefe, mas tem outras formas de pressão.

      Só pra dar um exemplo: minha empresa tem despesas fixas de uns R$ 7 mil/mês.

      Em outras palavras: antes de distribuir lucro pros sócios, primeiro temos que cobrir esses R$ 7 mil. Isso sim é pressão!

      Claro que temos um fundo de reserva, se entrar R$ 0 ela ainda sobreviverá por uns meses por causa desse fundo, mas ainda assim, é preciso trabalhar como se não houvesse amanhã para não deixar chegar nesse ponto.

      Isso sem mencionar pressão de clientes, já que o cliente que te contrata não quer saber se você tem outros 100 clientes pra gerenciar, cada indivíduo que te contrata quer ter tratamento VIP, o que é de se esperar.

      Abraço pra você e pra patroa!

      Excluir
  10. SM seus aportes são excelentes! Com toda certeza estão acima da média da Blogosfera e logo logo vai quebrar a barreira dos 100k. Não tente acelerar demais o tempo, as vezes temos que ser cautelosos e continuar devagar e sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Surfista! E você tem razão, o patrimônio vem com o tempo. É que tô com vinte e muitos anos e tô frustrado por me dar conta que não serei milionário aos 30, rs.

      Excluir
  11. Madruga, post muito bem escrito, parabéns.

    Concordo com muita coisa que falam sobre as maravilhas da livre empresa capitalista que é massacrada pelo Estado Gordo e malvado como o Jabba de Guerra nas Estrelas. No papel é tudo lindo e perfeito.

    No entanto, muita gente inteligente viu quye aqui não é como os EUA que permite ao pequeno empresário ser BILIONÀRIO após 15 anos de honrados esforços capitalistas.


    Na nossa terra, ou o cara recebe herança ou estuda 2 anos, no mínimo, para conseguir um salário mixuruca de 6 mil.

    A opção de passar fome pela Glória do Capitalismo não está nos planos de muitos. Olha o Doutor Honorários concurseiro. Melhor passar num concurso e comprar ações e fiis, assim eu valorizo o melhor sistema econômico já inventado e garanto uns dividendos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, anon.

      Eu virarei concurseiro sem pensar duas vezes no dia que concluir que minha empresa não vai me deixar rico.

      A situação por aqui é muito complicada pro microempresário!

      Excluir
  12. Seu Madruga,

    Obrigado pela lembrança, porém, a minha rentabilidade só começou a melhorar recentemente.

    E como eu estou 100% em ações, é 8 ou 80. Tudo pode mudar a qualquer momento, rs.

    Você não pensa em incluir elas no seu portfólio?

    Parabéns pela evolução!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IL, no momento pretendo expandir e diversificar um pouco mais a minha carteira de FIIs, e depois disso gostaria sim de incluir ações no meu portfólio.

      Tenho um CDB de mais de R$ 20 mil a vencer em agosto, quando esse dinheiro estiver disponível irei às compras.

      Abraço!

      Excluir
  13. Fala Madruga! Blz!?

    Acho vc um dos blogueiros mais sensatos, gosto de acompanhar as historias da sua empresa principalmente...

    To montando meu site agora, vou adicionar no blogroll... se puder adicionar tb, seria otimo! =D

    Abracos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, M1M. Obrigado pelo elogio. Darei uma olhada no blog. Abraço!

      Excluir
  14. Madruga, parabéns pelo seu aporte e carteira. Sua rentabilidade está menor, mas provavelmente você terá um ganho constante. Para dar uma apimentada nela talvez seja bom começar a incluir uma renda variável.
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Malba Tahan, tudo bem? Vou ampliar minha posição em renda variável sim. Acredito que vou comprar mais FIIs em agosto.

      Abraço!

      Excluir
  15. Datas especiais, só o dia de receber meus alugueis e o salário. Compro quando precisa e quando posso, até meus filhos pequenos já foram doutrinados.

    Não me cobram presentes em datas específicas e sabem o valor de cada objeto ou experiência.

    Por exemplo, queriam ir ao Beach Park, quando mencionei que era 200 termers por pessoa até minha filha de 06 anos desistiu. Levei-os em uma piscina com vários brinquedos e paguei apenas 10 contos por pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viver de Aluguel, ainda não tenho filhos, mas se algum dia tiver pode ter certeza que seguirei seu exemplo e os criarei da mesma forma.

      Excluir
  16. Eu também acredito que a cultura da família precisa ser criada em torno dos conceitos de viver de forma frugal sempre que possível. Obviamente, em momentos específicos é bacana gastar um pouco mais, mas comprometer renda pra ter luxos, aí não dá mesmo.

    Com a minha filha (3 anos) e esposa é assim, nada de ficar gastando à toa, minha filha tem poucos mas bons brinquedos, roupas compradas em lojas medianas (os pais das amiguinhas se gabam de gastar 400 reais numa sandália, eu acho isso um despropósito).

    Sobre ser empregado x empresário, o Brasil é um país tóxico para o microempreendedor, torço para que você dê certo. Para quem está em dúvida, seja EMPREGADO, busque algo na área de TI que tem bastante emprego pagando bem.

    abraço e favoritei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino que em breve as coisas vão dificultar um pouco pro seu lado, se considerarmos que sua filha vai começar a conviver com crianças que ganham literalmente tudo que pedem aos pais.

      Basta uma carinha de choro que muitos pais vão e gastam R$ 400 num brinquedo que em questão de semanas já é deixado de lado pela criança.

      Excluir
  17. Eu também acredito que a cultura da família precisa ser criada em torno dos conceitos de viver de forma frugal sempre que possível. Obviamente, em momentos específicos é bacana gastar um pouco mais, mas comprometer renda pra ter luxos, aí não dá mesmo.

    Com a minha filha (3 anos) e esposa é assim, nada de ficar gastando à toa, minha filha tem poucos mas bons brinquedos, roupas compradas em lojas medianas (os pais das amiguinhas se gabam de gastar 400 reais numa sandália, eu acho isso um despropósito).

    Sobre ser empregado x empresário, o Brasil é um país tóxico para o microempreendedor, torço para que você dê certo. Para quem está em dúvida, seja EMPREGADO, busque algo na área de TI que tem bastante emprego pagando bem.

    abraço e favoritei!

    ResponderExcluir
  18. Madruga li sua opinião a respeito de ser empregado ou empresário e sei que você tem seus motivos pra ter a opinião que tem, ví que tem comentário com opinião idêntica a sua.
    Aí eu pergunto: E o n caso de quem quer empreender sozinho u com no máximo um funcionário, com uma estrutura o mais enxuta possível, será se não vale a pena?
    Você citou 5 ou 6k de retorno pra valer a pena, a maioria das pessoas não ganha isso de salário. Concurso público também é uma opção, mas os que pagam o equivalente a isso são concorridíssimos.
    Pra quem ganha salário em torno de 2k (boa parte dos brasileiros) trabalhar praticamente como autônomo não seria uma opção considerável?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon, muito pertinente sua pergunta.

      Não existe uma resposta pronta para nada nesse mundo, cada caso é um caso e deve ser analisado individualmente levando em conta todas as suas peculiaridades.

      Assim, se eu faço um post afirmando alguma coisa, pode ter certeza que eu estou tratando do que acredito ser uma regra geral, mas sempre existirão exceções por aí, já que, como disse, todas as situações devem ser analisadas individualmente.

      Vou dar um exemplo de exceção ao meu post que é muito simples: Fulano sempre quis ser empresário, sempre abominou a ideia de ser funcionário público ou empregado em empresa privada.

      De repente ele abre uma empresa e está lá se sentindo a pessoa mais feliz do mundo. Quem sou eu para chegar pra esse fulano e falar: "não vale a pena! vá fazer concurso público!". Ora, se o cara encontrou a felicidade tendo uma empresa, ele está bem melhor mentalmente e emocionalmente do que estaria se fosse um servidor público, por mais que como servidor ele tivesse bem mais estabilidade do que tem sendo empresário.

      Pensando racionalmente no exemplo eu acho que Fulano está errado, mas de nada adianta eu estimular o Fulano a virar funcionário público se ele vai querer cometer suicídio todo santo dia caso vire, já que ele só consegue ser feliz empreendendo.

      Então no fim das contas cada um vez o que achar melhor, até porque as "regras" que mencionei no post são estritamente racionais e baseadas em estabilidade financeira, elas não levam em conta sentimentos e busca pela felicidade.

      Agora especificamente sobre o exemplo que você colocou, se o cara como autônomo ou empresário consegue tirar R$ 5 ou R$ 6k, e se ele sente que nunca passaria num concurso (o que não é demérito algum, concurso não mede inteligência), com certeza continuar onde ele está (sendo autônomo ou empresário) é uma opção considerável, embora existam todos os riscos que eu mencionei no meu post.

      Abraço!

      Excluir
  19. Madruga, seu blog lhe traz algum retorno financeiro ultimamente?

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lírico Mestre.

      Não, nenhum retorno significativo.

      Em média de 0,01 a 0,08 centavos de dólar nos dias em que eu não posto nada, e 0,5 a 0,8 nos dias em que posto alguma coisa.

      O meu saldo acumulado atual é de US$9,12, mas não consigo resgatar esse dinheiro pois acredito que o Google só libera os cheques a partir de US$ 100.

      Abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...