sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Crônicas da matrix financeira: Vanessa, a assessora

Convivo com bastante gente que tem entre 25 e 30 anos, e essa é uma faixa etária bem propícia para observar como a corrida dos ratos/matrix financeira se desenvolve e domina a vida das pessoas.

O caso que contarei hoje envolve pessoa de meu convívio que se jogou sem o menor pudor na matrix financeira, desfrutando de todos os prazeres de curto prazo que a gastança descomedida tem a oferecer. 

Sem mais delongas, vamos ao primeiro post da série "Crônicas da matrix financeira":

Vanessa, a assessora

Vanessa se formou em direito e se deparou com um mercado de trabalho saturadíssimo, com milhares de advogados dispostos a aceitar qualquer esmola para conseguir um cliente.

Concurso público também não era uma opção imediata para Vanessa, afinal, há milhares de bacharéis em direito se digladiando por vagas em todo e qualquer concurso que aparece pela frente.

Quantidade de pessoas que se formam em direito no Brasil todos os dias
Depois de dois anos trabalhando em um escritório de advocacia que lhe pagava míseros R$ 1.600/mês, Vanessa tirou uma bela carta da manga: foi até o Tribunal, se encontrou com o Desembargador para o qual ela estagiou durante os tempos de faculdade e implorou por um cargo comissionado.

E não é que deu certo? Alguns dias após o fatídico encontro com o Desembargador, Vanessa já ostentava em seu perfil do Facebook a sua função de "Assessora Jurídica de Nível Superior", um cargo comissionado no Tribunal que, segundo fiquei sabendo, paga algo entre R$ 7 e R$ 8 mil.

Deslumbrada com seu novo poder aquisitivo, Vanessa decidiu que precisava de vestes mais condignas com sua nova função, razão pela qual se encheu de camisas da Les Chemises, Dudalina, Lacoste, maquiagem cara e sabe-se lá mais o quê. 

Decidiu também que uma Assessora Jurídica de Nível Superior não deveria ficar andando por aí de ônibus, e por isso fez um financiamento e adquiriu um Onix 0km completo, com todos os tipos de acessórios e firulas imagináveis e inimagináveis.

Agora sim. 
Com uma remuneração digna de respeito, Vanessa decidiu dar mais um passo rumo à independência pessoal e, aos 26 anos, saiu da casa dos pais e alugou um apartamento de dois quartos num bairro boêmio aqui da cidade, fazendo uma obra aqui e outra ali para deixar o apê "com a sua cara".

Além de ostentar o cargo de "Assessora Jurídica de Nível Superior", seu perfil do Facebook passou a ser preenchido com selfies tiradas dentro de seu novo carro, selfies na frente do espelho mostrando o "look do dia", selfies em Búzios no feriadão, em Arraial no fim de semana ma-ra-vi-lho-so com as amigas, foto de pratos elegantes com cortes de carnes argentinas, e por aí vai.

Ela se esforçava para mostrar ao mundo que se deu bem na vida, e o mundo respondia com curtidas, seguidas e comentários genéricos.

"Look do dia" (foto aleatória tirada do Google Imagens)
No meio de 2016, Vanessa, a prima dela (que por acaso é minha namorada) e eu estávamos em um bar, quando a jovem Assessora soltou a trágica notícia: seu chefe, o Desembargador, tirou licença para tratar de um câncer

Felizmente o câncer foi descoberto em estágio inicial, e mais felizmente ainda o magistrado estava combatendo a doença em um renomado hospital paulista, então não havia motivo para entrar em pânico, disse Vanessa.

Eu respondi que realmente não era motivo para pânico, mas que ela poderia começar a guardar dinheiro, pois nunca se sabe o dia de amanhã, ainda mais em se tratando de câncer, e uma eventual morte do Desembargador significaria que ela seria exonerada de seu amado cargo de Assessora.

Vanessa ficou claramente ofendida quando mencionei a possibilidade de perder o emprego, e começou a listar seus atributos profissionais que lhe tornam insubstituível na estrutura do Tribunal.

Na visão distorcida de uma menina que realmente acha que seu trabalho é o mais importante do universo, o Poder Judiciário implodiria e mergulharia em caos caso ela fosse exonerada.

Como reajo toda vez que alguém se diz insubstituível
Alguns meses depois disso o Desembargador faleceu, sendo substituído por um outro magistrado recém-promovido. O novo Desembargador mandou exonerar a grande maioria dos assessores que integravam o gabinete do falecido, e dentre os demitidos se encontrava Vanessa.

Vanessa foi para o olho da rua sem fazer jus a direitos trabalhistas como seguro-desemprego ou FGTS + multa, pois seu cargo é de livre nomeação e exoneração, sem qualquer vínculo de emprego.

Como tentativa de garantir um ganha pão, Vanessa distribuiu seu currículo para todos os Desembargadores do Tribunal, para o Ministério Público e para a Assembleia Legislativa, uma estratégia que posteriormente se revelou inútil, pois ninguém mais lhe procurou.

Como a fonte de renda secou e não havia perspectiva de melhora, Vanessa teve que desocupar o apartamento que alugava, pagando multa pela desocupação antecipada e voltando a morar com os pais.

Além disso, não tinha mais bufunfa para honrar com o financiamento do carro, e por isso seu pai assumiu tal despesa.

O bom e velho "pai"trocínio
Para não ficar feio perante a sociedade, Vanessa diz que, após a morte do Desembargador, recebeu outras ofertas de trabalho, mas resolveu recusá-las para se dedicar aos concursos públicos. É mentira.

Hoje nossa ex-assessora se diz concurseira, depende 100% dos pais, vive reclamando para a minha namorada que não tem dinheiro para nada e diz que pretende fazer mestrado na Europa, muito embora todo mundo na família saiba que ela não tem a menor condição financeira de estudar no exterior.

Alguns dias atrás minha namorada trouxe Vanessa para visitar meu recém-adquirido apartamento, e a ex-assessora soltou um "nossa, que apê pequeno, não sei se conseguiria morar aqui não".

Essa crítica entrou por um ouvido e saiu pelo outro, pois pequena é a mente da pessoa que passa 13 meses ganhando R$ 7 mil por mês e não consegue construir absolutamente nada de positivo, muito pelo contrário, tem que recorrer ao pai para pagar o saldo devedor remanescente do financiamento do passivo ambulante.

Que essa história sirva de motivação para que entremos em 2017 ainda mais focados na nossa busca pela independência financeira.

Acredito que este será o último post do ano, então desejo a todos feliz natal e próspero ano novo!

Aquele abraço!

110 comentários:

  1. Mto bom!

    Tenho historias de matrix financeira que pretendo postar tb! Posso "pegar emprestado" o nome da serie? kkkk

    Ps. responde meu email!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Essa fez o teste do sofá pra ganhar o cargo comissionado, não é possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teste diário, provas orais e anais, rssss

      Excluir
    2. M1M, pode pegar emprestado sim, rs. Abraço!

      Excluir
  3. Acredito que a única forma de se livrar da matrix é se jogando nela. Porém, alguns nunca sairão de lá. Uma constatação de quem já esteve lá.
    Abraço e boas festas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos nós já estivemos, eu acho...

      Boas festas pra você também (atrasado).

      Excluir
  4. Sobre o comentário do apê: invejinha clara.
    Sobre "MESTRADO NA EUROPA", entenda como: procurando um intercâmbio/bolsa de estudo e me submeter a subempregos na Europa..... Já que eu não consigo um emprego por mérito,mapeas por QI.
    escreva mais crônicas dessas.
    Abraco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mineiro! Acho que o "mestrado na Europa" dela é exatamente isso daí que você disse. Ou é algo do tipo: "já que nada deu certo no Brasil, vamos ver se consigo arranjar um namorado alemão".

      Abraço!

      Excluir
  5. Isso acontece muito Madruga,

    Se os pais da Vanessa tivessem orientado melhor a vida da filha, talvez eles não teriam que sustentá-la nesse momento. Espero que ela consiga aprender alguma lição desta história.

    Boas festas e bons investimentos em 2017.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, como diz o velho ditado: "O fruto nunca cai longe da arvore", Vanessa so tem esse comportamento por omissao/imitaçao dos pais.
      Aproveitando, um Bom Natal com Jesus Cristo, para todos !

      Excluir
    2. hahaha, e orientação adianta para mulheres?

      orientação para mulher, é o mesmo que ensinar física para um panetone.

      Excluir
    3. Caro Andre Navarro, você poderia expor com mais profundidade esse seu conceito sobre as semelhanças de mulheres com panetone? Parece genial.

      Excluir
    4. Anônimo26 de dezembro de 2016 11:53
      C tá maluco, bicho? Ele não falou nada de semelhança não. Só fez uma comparação (não chegou a ser nem mesmo uma analogia). Ele poderia ter escrito:
      "orientação para mulher, é o mesmo que ensinar lei de trânsito pra uma porta" ou qq coisa no sentido de que não adianta nada tentar.
      Para de viajar, cara.
      "Parece genial." kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    5. Anônimo26 de dezembro de 2016 12:30


      verdade, existem pessoas que realmente acredita que mulheres tem consciência financeira, dá para contar nos dedos as que tem. esse relato do madruga é um exemplo disso.


      inseguras,falidas.

      Excluir
    6. Na verdade utilizei uma ironia para evidenciar a estupidez da misoginia do comentário do Andre Navarro. Mas se vocês não captam ironia e se o gênio Andre Navarro não consegue sequer utilizar corretamente a língua portuguesa, que esperança posso ter que perceba o próprio machismo?

      Ass: 26 de dezembro de 2016 11:53

      Excluir
    7. " estupidez da misoginia do comentário do Andre Navarro"

      ai madruga investidor, uma feminazi ou um mongolão esquerdista infiltrado no seu blog.

      Excluir
    8. Provavelmente foi falta de orientação dos pais mesmo. Conheço bem os pais dela, são dois perdidos também... Tem gente que não nasceu para ser adulto.

      Abraço a todos!

      Excluir
    9. A guria é uma dondoca e a culpa é do pai que sustenta ela.

      Vc tem problema mental anon, e pro feministo ai: maioria das mulheres torram a grana delas com maquiagens, roupas, viagens e ficam se exibindo na internet pra gente que n ta nem ai. Quem se sacrifica pra tentar construir algo em geral é homem.
      Na hora de colher o que plantou sempre aparece um boçal falar que é preconceito. hahaha
      Aliás, na hora de ostentar a mulher é livre e independente, na hora de falir a culpa é do homem, no caso do pai... no fundo vcs msms tratam mulher como uma hipossuficiente ou que tem algum baixo desenvolvimento.

      Se ta com dozinha adota a Vanessa aí, paga os 8k mensais dela, mulher guerreira, que eu vo pegar meu extrato machista aqui após anos de economias e dar risadas de vcs.

      Anon que ri de Feministos fracassados e Vanessas

      Excluir
  6. Ela usou algum talento sexual para conseguir esse cargo???
    Rss

    Infelizmente, a maior parte da humanidade vive na ilusão do consumismo.

    Milhões de Vanessas vão acabar se prostituindo para viver na ilusão da vida fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilusão da vida fácil?

      GPs de Luxo fazem 20K mês, em poucos anos essas mulheres - as conscientes - constroem uma riqueza e conseguem se manter.

      Relato de um Executivo que conhece de perto as meninas, inclusive faço orientações.

      Blogs que conheci e que nunca mais parei de ler: Madruga, Abacus, Viver de Dividendos os caras são fora de série.

      Para fechar:
      Respeite a profissão mais antiga do Mundo!

      Excluir
    2. "Executivo"... Arram...
      Calma.nnao vamos ter ciúmes de GP pessoal....

      Excluir
    3. "Ela usou algum talento sexual para conseguir esse cargo?"



      e o céu é azul?

      o papa é católico?

      Torcida do Corinthians, torce para o Corinthians?

      abraços

      Excluir
    4. Lugar com maior concentração de mulher bonita aqui na minha cidade: Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. O que explica esse fenômeno? Não sei...

      Excluir
  7. Fala, Madruga! Tbm conheço algumas pessoas que vivem na matrix, e que apesar de fazerem questão de postar fotos ostentação nas redes sociais, não possuem nenhuma reserva financeira.
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guardião! É a triste realidade do nosso Brasil varonil.

      Excluir
  8. Em nosso país isso é comum...

    Tem uma pessoa próxima que vive assim, gasta horrores todos os meses, não poupa nada, parcela tudo e sempre está pensando no próxima gasto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon. Vamos ver o que vai acontecer quando essa pessoa não conseguir mais trabalhar...

      Excluir
  9. fala madruguete

    vai em qualquer assembleia legislativa pra vc ver o desfile de comissionadas gostosas

    o negocio é esparrado mesmo

    ResponderExcluir
  10. Cara, excelente post!
    Isso é a real pura.

    Abc!

    ResponderExcluir
  11. E você não respondeu na fuça dela?
    "Acho muito melhor do que morar com os pais".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ryca. Deu vontade, mas não quis criar um incidente diplomático, rs. Abraço!

      Excluir
  12. Ai, ai, ai...
    Mais uma que vive na "ilha da fantasia", "mundo mágico de oz", acho que ela vai esperar o príncipe vir buscá-la no cavalo branco... Hahahahahahahaha!!!!!!!
    Espero a continuação da crônica no decorrer de 2.017.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, meu chute é que ela vai arranjar um beta com vida estável na Europa e vai ficar por lá mesmo. Mas quando tiver novidades eu faço um post atualizando, sim.

      Abraço!

      Excluir
  13. Isso acontece demais, tem um camarada meu que eu tava tentando tirar da Matrix mas o cara queria grana rápida e fácil, tomou prejú de 2500 em mini dólar e ficou fudido na vida, sem grana nenhuma, mas 2 meses depois já estava enfiado em financiamento com celular top de linha Samsung e trocou o carro 2015 por um novo 2016... desisti desse já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa senhora, que cara sonso... melhor desistir mesmo.

      Excluir
  14. Legal esse depoimento sobre a Vanessa, casos como esse são corriqueiros. Abraço e feliz natal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Beto. Espero que tenha tido um feliz natal também!

      Excluir
  15. Muito bom. O único erro seu, embora bem intencionado, foi dar pitaco pra ela fazer uma reserva.

    Aproveita e pega ela também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, deveria ter ficado quieto na minha. O espírito natalino falou mais alto e quis ajudar, rs.

      Abraço!

      Excluir
  16. Cada dia que passa vejo que nós investidores somos realmente ETs, o que é simples e facil pra gente para os terraquios é coisa de outro mundo.

    ResponderExcluir
  17. O que justifica uma adEvogada recém formada ganhar 7k por mês às custas do contribuinte? Aposto que, como essa vagabunda dessa Vanessa, outros milhares mamam nas tetas do governo em troca de um serviço totalmente dispensável. Ainda bem que ela se fudeu bonito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o Brasilzão dos funças. São as regras do jogo. Não adianta reclamar. Uma hora a conta chega. Até lá, aproveitemos (se for funça).

      Excluir
    2. Tá mais pra "mundão dos amigos do rei" isso aí. Eu tive que ver um vídeo no youtube chamado "The Rules for Rulers", do canal CGP Grey (recomendo) pra me tocar que essa prática é a base de praticamente qualquer estrutura de poder. Difícil agora é eu conseguir achar que tem como ser diferente disso.

      Excluir
    3. Mas qd vc critica os funças eles se rebelam pq se acham os heróis da pátria. Acredito que talvez uns 30% dos funças sejam realmente necessários...

      Excluir
    4. pronto, chegou os recalcados que não passaram em concurso.

      Excluir
    5. Nao cara, nao estamos falando da classe mais importante e imaculada da Banania - os servidores publicos efetivos -, mas sim dos comissionados

      Excluir
    6. Inclusive sou do funcionalismo e sei que o funcionalismo é uma merda. Enquanto a população não descobre, tô recebendo muito bem.

      Excluir
    7. Concordo que é um absurdo um recém-formado ganhar tanto. Se é pra existir cargos comissionados, deveria, no mínimo, haver pré-requisitos para se ocupar tal função, do tipo comprovar ter vários anos de prática.

      Excluir
  18. Se fosse comigo eu chamaria ela para comparar as contas bancárias. Tenho um agile e meu vizinho tem um honda civic mas quem é o rico? Meu agile é quitado o honda dele finaciado, tenho patrimônio trabalhando por mim de mais de milhão e ele tem passivos comendo o rabo dele no cartão. Não deixe pessoas da matrix te colocar para baixo no final quem ganha somos nós. Eu saí da miséria total e qualquer um pode fazer o mesmo e até melhor do que eu fiz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o que vc tem com a vida do seu vizinho?
      Cuida da sua vida cara.

      Excluir
    2. Pois é. Provavelmente o vizinho nem se importa. Se o vizinho te enche o saco, tem algo errado em você aceitar essa vizinhança. Ignoraria completamente.

      Excluir
    3. os anônimos aqui ficam com raiva por viverem na matrix. O vizinho é meu amigo pessoal já tentei tirá-lo da matrix mas ele, assim como vocês anônimos, gostam de viver de aparências.

      Excluir
    4. Pois é, e o pior de tudo é que, no mundinho das aparências, ele sempre será visto como alguém que está "mais bem de vida" que você. Passo por isso também!

      Excluir
  19. Seu texto é agradável e bem escrito, outros blogueiros como VDC e SoulSurfer deveriam copiar seu estilo, já que o deles prima por dar canseira em que o lê.

    Obrigado por compartilhar a estória, acho que ilustra bem uma grande parcela da população que está por aí. Quem não conhece uma "Vanessa", hein hein ???!!!

    Lambida do Poney !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz ! Eu conheço Vanessas e Vanessos !

      Excluir
    2. concordo com o Pôney, vc escreve muito bem assim como o Corey e o UB. Um saco ler o Soul-comunista-surfer!

      Excluir
    3. Concordo. Escrita simples e de leitura muito agradável. Outros blogs, não lembro quais, dão canseira de ler. Não pela extensão do texto, pelo estilo de escrita mesmo. Já parei de ler muitos posts por aí que achava interessante somente por causa do estilo de escrita.

      Excluir
    4. Obrigado Poney e Anons, pelos elogios.

      Abraço e feliz 2017!

      Excluir
  20. Fala Madruga!

    Infelizmente (ou não) a Vanessa é um exemplo de cidadão médio que não se importa de levar vantagem em cima dos outros e acha legal viver fodido. É mais uma iludida com a "cultura da faculdade" que forma milhares de profissionais inúteis na sociedade.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! texto muito bem escrito, dá prazer em ler, parabéns!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  21. Excelente texto, Madruga. O brasileiro convencional é assim mesmo, tenho poucos amigos que são diferenciados e conseguiram sair da Matrix Financeira, só com eles posso conversar sobre investimentos e assuntos fora do mainstream.

    Madruga, só tome cuidado para que a Vanessa não descubra sobre seu post.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcelo! Acho bem difícil ela descobrir. O nome verdadeiro dela não é Vanessa, sempre uso nomes fictícios quando vou falar de pessoas reais.

      Excluir
  22. Sou terceirizado em um Tribunal e é interessante como parecem que escolhem as comissionadas pela beleza e aparência das roupas. As comissionadas vão sempre mais bem vestidas, cheirosas e são mais bonitas do que a grande maioria das concursadas. E muitas vezes ganham mais do que os próprios servidores. Absurdo. Nessa crise deviam acabar com os comissionados. Mas não, não mexem uma palha pra tirar esse povo que está lá longe de ser por mérito técnico. A maioria é parente de políticos ou apadrinhado de alguém de lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Anon. Outra coisa interessante: deve ter muito comissionado por aí que é forçado a entregar parte da própria remuneração pra pessoa que a nomeou para o cargo. Isso deve acontecer com uma frequência absurda! E o cara, sabendo que pode ser exonerado a qualquer momento, tem que ficar quietinho na dele...

      Excluir
  23. Hoje um Analista Judiciário Federal inicia a carreira com 11k INICIAIS.
    Devem estar todos no recesso.
    Partiu ser funça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jamais entenderei porque ganham tanto, já que passam a maior parte do tempo fazendo trabalhos repetitivos e que não exigem muito esforço intelectual. Pro que eles fazem, R$ 5k já está muito bem pago.

      Excluir
  24. Madruga, seu texto está mto bom! Pura realidade do brasileiro médio, vive para ostentar uma vida que não tem.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. VAMOS GANHAR A PRIMEIRA BATALHA DE 2017, VOTEM A FAVOR DE TORNAR HEDIONDO CRIME DE FALSA ACUSAÇÃO DE ESTUPRO/ASSÉDIO SEXUAL:

    https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=63651&voto=favor

    ResponderExcluir
  26. Seu Madruga,

    É impressionante como essa geração precisa ostentar e não guarda 1 centavo ... a gente fala em guardar dinheiro .. pronto . .você é o chato da parada... como se ninguém precisasse guardar dinheiro....

    Enfim ... cada um vai colher o que plantar ...

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Rodolfo. O futuro dessas pessoas será cruel, isso eu posso garantir.

      Excluir
  27. LIXO 2016 PETISTA


    2016 está acabando... Mas reflitamos profundamente. Eis:


    Na música brasileira temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. O atual lixo cultural do Brasil petista.

    DILMA é um produto a ser consumido e comprado (mesmo que sem dinheiro). Um produto tal qual um "Danoninho©", produto esse industrial, com sedutoras fotografias de suculentos morangos externos (naturalmente que não física e materialmente internos!). Pegando na real o consumidor pela imagem mítica e não pela realidade interna.

    «Coração-Valente©» (até Lula sabe! Não sejamos bobos): tal qual a frase mítica do Danoninho© que "vale por um bifinho", também a pupila de Lula utiliza-se de um simulacro mítico que não reflete o "interior do pote"; a saber: a incapacidade dela de governabilidade, péssima articulação política (Maquiavel), horroroso projeto econômico de fiasco a pino, e ineficácia republicana, fraude. ¿O que adianta, então, afinal, o mito publicitário engana-trouxa de «Coração-Valente©»? Adianta nada!

    E, complexando um pouco [não precisava...; mas vai aí], que discursa assim: «(...) não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.». Esse é o ver-da-dei-ro Coração-Valente© dos anos 60... Ponto final.

    Eis aí a utilização de clichês publicitários míticos para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: acertados, mas, verdadeiramente, engana-trouxa... A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petista.

    Verdadeiramente, a VIGARICE & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito.

    E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
    É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras.

    ¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho!

    P.S.:
    ¿Como identificar um petista? Simples! Pela escrita. É singelo e sem enfeites. Veja:

    Amam o FHC (de maneira enrustida), a toda hora estão a falar no velho...

    E, mais singelo, amam o PSDB à distância -- não chegam perto, a longos 13 anos, falam sem parar no partidinho com rigor acadêmico, análise e tudo... São loucos inconscientes para ter como 2ª mulher ou amante o PSDB... Amor enrustido.


    [Obs.:
    Na música brasileira temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. O atual lixo cultural do Brasil petista. A breguice, cafonice, baranguice e o kitsch do Petismo].

    = FIM =

    ResponderExcluir
  28. Olá Seu madruga,
    Essa história é muito comum. Vejo isso o tempo todo. A maioria só pensam em gastar e nada em poupar.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a história de 80% das pessoas que conheço, rs. Abraço cowboy.

      Excluir
  29. Fala SM,

    Infelizmente o mundo é 99% Vanessa e aquele 1% Blogosfera.

    Excelente texto, como sempre.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com o anônimo 99% Vanessa e 1% blogosfera melhor frase ever ahuauhahuuahuauhauah

      Excluir
  30. 99% Vanessa e 1% blogsfera foi a melhor frase do dia, kkkkkkk,

    ResponderExcluir
  31. Falam que a Vanessa mamou nas tetas.Será? só se fosse comissionada de autoridade lésbica.

    Acho que ela mamou outra parte do corpo humano, uma parte que ejacula "leite condensado".

    ResponderExcluir
  32. Olá Madruga!

    Excelente post! e aproveito em desejar um Feliz Ano Novo ai! que venha 2017!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz ano novo pra você também, camarada!! Abraço!1

      Excluir
  33. Olá, Madruga!

    Não sei porque ainda não tinha te add ao meu blogroll. O erro foi corrigido. Abraço!

    ResponderExcluir
  34. Se Vanessa for gostosinha, ela pode me procurar: pago R$ 250/h.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu posso te dizer é que seria uma quantia bem investida.

      Excluir
  35. Melhor frase do ano: "Ela se esforçava para mostrar ao mundo que se deu bem na vida, e o mundo respondia com curtidas, seguidas e comentários genéricos."

    ResponderExcluir
  36. Fala Madruga,
    Sobre a Vanessa e as Vanessas que habitam por aí, realmente não sei se acho merecido ou fico com dó, o brasileiro médio não é educado financeiramente e isso faz estragos inimagináveis. Enfim, quanto a mim, só agradeço por descobrir a matrix no início da vida profissional, assim, terei uma vida totalmente diferente do que provavelmente teria na matrix.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Beta solitário, eu dei essa sorte também...

      Abraço!

      Excluir
  37. O problema não é ser da matrix ou cometer erros na vida. Todo mundo já foi da matrix, todo mundo comete erros. O problema é não aprender com os erros, não enxergar o que quem tá fora tem pra dizer.

    Comigo foi assim, sempre fui da matrix até que, de tanto errar, uma hora a gente aprende e corre atrás.

    Fui um Vanesso, espero que sua amiga tenha aprendido a lição.

    Abraço Madruga, e parabéns pelo texto, muito bem escrito!

    ResponderExcluir
  38. A história da Vanessa é comum. Não só no serviço público, na iniciativa privada também.
    Já conheci casos assim. Mas ao meu ver ninguém leva realmente a sério pessoas que conseguem seus empregos por uma boa aparência ou por uma boa trepada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é difícil levar a sério, mas ainda assim, lá estava ela ganhando R$ 8k e eu não, rs. Abraço!

      Excluir
  39. Muita boa a história!

    Essa história me fez lembrar que no Brasil existe mais faculdades de direito do que no resto do mundo e isso acaba produzindo um número massivo de bachareis em direito que, como você disse, acabam se gladiando por vagas.

    A "máquina" de criar diplomas de direito também acaba criando essas aberrações.

    Vanessa, muito boa sorte, você irá precisar. E se você não fez o teste do sofa para ser comissionada, talvez seja a hora de começar a fazer para juízes, desembargadores ou até mesmo para o Fulano do escritório de advocacia Fulano&Ciclano, pois esse coisa ai de concurseira ai, para mim tem outro nome: sanguessuga de papai.

    ResponderExcluir
  40. Grande Madruga!
    Eu ri muito com esse post! Mais uma mulher dondoquinha sem a menor relevância pro mundo se achando o máximo e descobrindo seu real valor: zero. Pessoas assim que me fazem ter vontade de não ter filho. Já acho mulheres em geral com uma índole duvidosa, super fúteis e escravas de likes enquanto produzem nada, imagina uma tosca dessas que não é nada sem os papais e não tem a menor noção financeira. É um passivo na vida de qualquer homem. Mas ta com uns projetos aí, ser peso de papel. Tem que manter a crista.
    Claro que ela não vai poder morar no seu apartamento, ela não pode pagar por ele xD.

    Fala pra sua prima que tem um anon em Curitiba que é bancário e advogado, e muito provavelmente ela nunca olharia por ser um cara comum que não curte ostentar. Fala que ganho 2k por mês, não tenho carro e moro com a mãe. Fala que tenho R$ 147.080,00 em aplicações e R$ 40.000,00 na Previ. E digo um belo FODASSE ASSESSORA NIVEL SUPERIOR! :'D


    Anon bancário

    ResponderExcluir
  41. https://medium.com/textos-tiras-e-tiradas/descontrole-financeiro-passo-a-passo-b4e6a42afa1f#.whrnzn597

    ResponderExcluir