domingo, 19 de junho de 2016

Vovó safada - parte 1

Olá, nobres confrades! Sentem ao redor da fogueira que lá vem história!


Meu pai cresceu em um ambiente familiar pobre e desestruturado.

E quando eu digo pobre, eu quero dizer POBRE MESMO,  de passar fome, de ter que trabalhar desde criança em sub-empregos do tipo vender café em rodoviária, e se não vendesse o suficiente era castigado pela própria família, seja na base da porrada, seja sendo obrigado a dormir na rua, ou num quintal com 3 cachorros (essa do quintal era a punição mais "light").

Figura clássica nas rodoviárias desse meu Brasil: o vendedor de café ambulante
Felizmente ele conseguiu superar as adversidades e hoje tem um padrão de vida de classe média alta, com direito a um ótimo salário, apartamento em bairro nobre e uma renda passiva legal.

E se tem alguém que definitivamente não contribuiu para que ele saísse da merda e se desse bem na vida, esse alguém é a mãe dele.

Digo isso pois a mãe dele fez as malas e foi embora quando ele tinha 7 anos, e nos cinquenta anos que se passaram desde então ela nunca mais fez contato.

Que tipo de pessoa é essa, confrades, que abandona uma criança e ao longo décadas não faz o menor esforço para entrar em contato e saber se o filho está bem ou mal, rico ou pobre, vivo ou morto? Que cospe uma criança no mundo e vai embora sem o menor remorso, para viver uma outra vida como se a criança que pariu nunca tivesse existido?

Mas vou parar de resmungar sobre o passado e tratar do presente:

Conforme já mencionei em um post de alguns meses atrás, depois de MEIO SÉCULO do mais absoluto sumiço, eis que a mãe dele ressurgiu das cinzas, e ressurgiu em grande estilo: pedindo dinheiro.

É fogo, amigos.
Meu pai não deu corda para isso, afinal, se ela conseguiu sobreviver nos últimos cinquenta anos sem depender do dinheiro dele, certamente poderá passar os anos que lhe restam sem parasitá-lo.

A novidade que tenho para contar para vocês é que agora a velha entrou com uma ação de alimentos contra o meu pai, ajuizada em um buraco lá no quinto dos infernos, que pelo visto é onde ela reside atualmente.

Já tive acesso ao processo em questão, onde consta que ela está idosa, vivendo de uma aposentadoria porca do INSS e de favores de parentes que ela tem no quinto dos infernos.

Agora a parte tragicômica: no processo ela não só "esquece" de mencionar que abandonou meu pai ainda criança e nunca mais fez contato, como tem a coragem de dizer que foi "abandonada pelo próprio filho agora que está idosa".

Isso mesmo, meus caros, na visão inescrupulosa da minha vovó safada, meu pai é o malvado que abandona a própria mãe num momento de privação.

E sabem quais são os requerimentos finais da ação de alimentos, confrades? Ela pede nada mais nada menos que 30% de toda e qualquer renda líquida aferida pelo meu pai seja direcionado para a conta bancária dela

Agora peço licença para fazer uma pausa e pegar um ar, pois estou na iminência de fazer isso:

Continuando: sem nem ouvir o meu pai antes de decidir, a justiça já determinou que ele pague 2 salários mínimos, vulgos R$ 1.760,00 para ela a título de alimentos fixados provisoriamente. 

E agora cá estamos nós, procurando um advogado no quinto dos infernos para defendê-lo, já com meu pai "pré-condenado" a depositar R$ 1.760,00 mensalmente na conta da velha, sob pena inclusive de ir para o xilindró, que é o que acontece com quem não paga pensão alimentícia. 

Evidentemente meu pai terá a oportunidade de se defender, de mostrar a tremenda injustiça que já está sendo praticada contra ele, mas cabeça de juiz é caixinha de surpresas, e o risco de meu pai ser condenado a passar sabe-se lá quantos anos sustentando a mulher que ligou o foda-se para ele e foi embora é real.

Esse post tem "parte 1" no título pois eu postarei atualizações dessa situação conforme elas forem acontecendo. Mas a justiça é lerda, então não esperem uma atualização tão cedo.

Abraço!

Post relacionado: Vovó Safada - parte 2.

76 comentários:

  1. Cara, que raiva de ler esse post, puta que pariu. A situação não é comigo, mas fiquei puto. Que mulher safada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fico puto toda vez que penso nisso, Anon.

      Excluir
  2. teu pai pagará a pensão. não terá como escapar. o negócio é torcer pra que ela morra logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho difícil escapar de pagar a pensão, mas não impossível. Tem que tentar.

      Na pior das hipóteses, deve dar pra socar essa pensão pra baixo. Pagar bem menos que os 30% da renda líquida que ela pediu.

      Excluir
  3. Seu Madruga,

    Lamentável! A Justiça de "justiça" não tem nada.

    Li e fiquei estressado diante de tamanha injustiça.

    Espero que seu pai consiga resolver isto, contrate um bom advogado e reverta este pagamento.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero, VDC.

      O foda é achar advogado pra atuar lá naquele cu de mundo.

      Aqui na minha cidade eu conheço vários advogados que defenderiam meu pai com unhas e dentes, mas lá no cu do mundo eu não conheço ninguém...

      Excluir
  4. Que absurdo. E o pior é que é bom estar preparado para o pior. Ele ter sido abandonado não vai contar nada pois a justiça brasileira não leva em conta street justice/vingança.

    Caso ele seja condenado, tem que apelar pra dar um salário mínimo no máximo, aliás, uma cesta básica. Como uma velha poderia gastar tanto dinheiro? Infelizmente a profissão de muitos brasileiros é mamar em alguém através de um processo.

    Velha maldita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho certeza que essa mulher nunca ganhou mais de R$ 1.000,00/mês a vida toda. Agora descobriu que o filho tá bem de vida e quer virar classe média às custas dele.

      Esse lance de pensão alimentícia aos pais idosos é baseado em reciprocidade: se os pais cuidaram dos filhos na infância, é obrigação dos filhos prestar o devido auxílio aos pais na velhice.

      Mas e no caso do meu pai? Não existe a tal reciprocidade, muito pelo contrário, ele foi literalmente abandonado.

      Qualquer pessoa com bom senso percebe isso.

      O problema é que juízes vivem numa bolha totalmente fora da realidade.

      Excluir
  5. PUTA QUE PARIU, PURA QUE PARIU!!!

    QUE VELHA FILHA DA PUTA!!!!

    Fiquei puto agora confrade madruga.

    Faça de tudo pro seu pai sair dessa, contrate um advogado top, não tenha dó de gastar dinheiro. Arrume testemunhas, faça o possivel. Se puder vá lá e de uma lição de moral nessa véia.

    Puta merda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Master of the Cents. Também acho que a hora de gastar dinheiro com um bom advogado é agora. O risco é muito grande. Imagine se ele é condenado a pagar 30% da renda dele, e a mulher permanece viva até os 100 anos? Nossa senhora!

      Excluir
  6. Por R$ 1.760,00 mangos e se me pagar a passagem eu mesmo vou lá e dou fim nesse encosto.

    Anon Revoltado

    ResponderExcluir
  7. puta que pariu madruga, eu lembro do teu post passado que voce comentou isso, que raiva imensa, tomara que essa imunda ai nao consiga um centavo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela já conseguiu... os R$ 1.760,00/mês fixados provisoriamente.

      Pelo que pesquisei, mesmo que meu pai consiga ganhar a ação, ele não consegue pegar esse dinheiro de volta, pois verba alimentar é irrepetível.

      Abraço!

      Excluir
  8. Tive que me controlar pra não sair chutando e quebrando coisas aqui em casa cara.

    Puta merda que mas que bando de juiz filhas da puta, ganham 50k pra foder o povo.

    VAI TOMAR NO CU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente aí que está o problema, pobreta: os juízes vivem num universo paralelo. Pra fuder a vida de uma pessoa, basta dar uma canetada.

      Como alguém tem a coragem de arbitrar alimentos provisórios em quase R$ 2k/mês sem nem ao menos ler a defesa da pessoa? É foda!

      Excluir
  9. Já verificou a jurisprudência do tj local?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já há alguns meses atrás, e não encontrei nada.

      Mas confesso que foi uma pesquisa bem preguiçosa mesmo, pois na época não sabia da ação judicial.

      Agora que a questão judicializou, preciso sentar e pesquisar a questão com mais carinho, não só no tribunal local mas também no de todos os outros Estados.

      Excluir
  10. Quem cuidou do seu pai depois dos 7 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avô e avó por parte de pai. Já estão mortos, esses não tem como pedir pensão dele, rs.

      Excluir
  11. Não sabia que tava mole assim. Vou procurar algum tio rico para extorquir...

    Brincadeira a parte Madruga, sinto raiva dessa velha miserável. Torço para um desfecho favorável para vocês.

    Abs

    ResponderExcluir
  12. Meus olhos até lacrimejaram ao ler tamanha injustiça. O meu ódio pelo judiciário incompetente aumentou 200%.

    Essa velha nada mais é que uma criminosa. Além de ter cometido o crime de abandono de incapaz quando seu pai era criança, agora comete o famoso 171.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é uma parasita. Quem esqueceu da existência do filho não tem o direito de pedir ajuda na velhice. Qual a dificuldade da justiça em entender isso? O bom senso passa longe.

      Excluir
  13. Caso ele seja condenado, peça para que ele passe todos os bens e rendimentos para o nome dos filhos (ou outras pessoas de confiança), e dê 30% do salário mínimo. Eu sou bem do tipo que largaria o emprego e ganharia o mínimo só pra não dar boa vida pra vagabundo(a). Te falo por experiência. Meu bom e velho pai, falecido, médico, estava disposto a largar a carreira pra não ter que pagar pensão pros 3 enteados que acabou arrumando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu pai não tem como passar o salário dele para os filhos. Em relação aos demais bens, eu acredito que ele consegue, sim.

      Como terminou essa história do seu pai? Ele teve que pagar a pensão?

      Caralho anon, ser obrigado a sustentar o filho dos outros é TENSO hein.

      Excluir
  14. Meu conselho.
    Vá a um hospital, peça para todos os doentes infecto contagiosos cuspirem em um pedaço de papel com uma mensagem qualquer e mande uma carta para a FDP.

    Ou melhor ainda, peça para os doentes escarrarem em um pote de água e mande uma amostra grátis de perfume para a velha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa ideia, anon. Só espero não me contaminar na tentativa, rs.

      Excluir
    2. Cara, sério mesmo naum sei nem o que dizer..... faz isso mesmo então( sem brincadeira)

      outro anon

      Excluir
    3. Vou encontrar um tuberculoso pra tossir na cara dela.

      Excluir
  15. caralho...sempre achei juiz e policia são 2 tipos de raça de filhos da puta...

    Depois dessa história então, é a prova de que não estou errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo.
      Eu ainda coloco professores na mesma lista, não estou nem aí. Não suporto quem puxa saco de policiais.

      Excluir
  16. A revolta com a velha e com a justiça é unânime. E o pior é que ela é aposentada e portanto não está totalmente desamparada... Remédio o SUS banca. Provavelmente ela tem onde morar... Estes 20k anuais vão ser usados pra que? Viagens pelo Brasil e pelo mundo? Só pode!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Investidor de Risco, tudo bem? É o que eu disse mais acima: ela sempre se virou com R$ 1.000,00/mês, agora viu que tem um filho que tá bem, cresceu o olho em cima do filho e quer virar classe média às custas dele. E o pior: corre o risco de conseguir!

      Excluir
    2. e se seu pai fugisse pra algum lugar eu preferia fugir e esperar essa velha morrer do que pagar qualquer coisa

      Excluir
    3. Fugir? Meu pai tem a vida feita, anon, emprego fixo há mais de 30 anos, família, amigos, etc, vai largar tudo pra ficar se escondendo de um absurdo jurídico? Acho que não, hein.

      Excluir
  17. Contra essa decisão interlocutória/provisória é agravo de instrumento direto no tribunal e se instruir bem e contratar um bom advogado tem chance grande de reversão.

    Lembre-se que o juiz não tem bola de cristal, é necessário informá-lo da situação com clareza e provas. Por enquanto ele só sabe um lado da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, concordo que juiz não tem bola de cristal, é justamente por isso que ele não deveria ter arbitrado alimentos provisórios sem antes ouvir meu pai...

      Os advogados que estamos contatando estão falando em Agravo de Instrumento sim. Tomara que a gente consiga reverter.

      Abraço!

      Excluir
    2. É que não sabemos a história triste e provavelmente bem elaborada que o advogado contou.

      Veja bem, todos aqui, inclusive eu, estão revoltados com essa história, se fossemos juízes não ia ter nem dúvida que mandaríamos a velha pastar, e olha que você nem comprovou nada, só contou em um blog e todos já supõe que tudo que você disse é verdadeiro. Imagina a situação do juiz, já contando com algumas provas de filiação, miserabilidade etc?

      Entendeu?

      Como dica também acho interessante fazer juntamente com a Contestação uma Reconvenção, pedindo Dano Moral por Abandono Afetivo (http://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI199074,21048-O+STJ+e+o+Dano+Moral+por+Abandono+Afetivo) e também ficar de olho nos bens que ela possui (principalmente casa), para seu pai receber de herança quando ela bater as botas. É aquela situação, quando a vida te dá limões...

      Pelo preço que você disse que estão pedindo (R$ 7 a 18 mil) o advogado tem que fazer tudo isso e ainda fazer sustentação oral no tribunal no agravo de instrumento, pedir Cartas Precatórias pra oitiva de testemunhas confirmando a versão do seu pai etc. Preste atenção.

      Eu cobrava de R$ 2 a 3 mil pra fazer um processo desses e ainda levava muitos calotes, não atoa escolhi o serviço público... hehe

      Excluir
    3. Olá, Anon.

      Se não fosse por uma questão de privacidade eu colocaria a petição inicial da ação dela aqui.

      O que posso dizer é que a petição foi bem objetiva: ela apenas diz que tá passando necessidade financeira, tem filho e que pela lei o filho deve pagar pensão alimentícia.

      Certamente cabe ao meu pai, quando for se defender, contar o que contei pra vocês aqui no post.

      E você tem razão quanto ao lado do juiz. Já pensou se ele indefere os alimentos provisórios que a velha pediu e ela morre de fome? Certamente isso iria parar no Jornal Nacional no mesmo dia.

      Então para o juiz, é preferível que meu pai pague alimentos provisórios do que correr o menor risco da velha morrer de fome.

      O que segue me incomodando foi o peso da canetada do juiz.

      2 SM = R$ 880 x 2 = R$ 1.760, isso porque ela já declarou receber uma pensão de R$ 900 no INSS.

      Mas enfim, se o Juiz revogar ou revisar esses alimentos provisórios pra baixo depois de ver a defesa do meu pai, já é algo a se comemorar.

      Abraço e obrigado pela contribuição!

      Excluir
    4. Complementando meu comentário: concordo contigo, pelo valor que esses advogados estão cobrando, de fato eles têm que fazer sustentação oral, ir despachar com juiz com regularidade, enfim, fazer um serviço completo mesmo, e não apenas protocolar a defesa e esquecer que o processo existe, como tantos fazem por aí!

      Excluir
  18. Que foda hein?! Mas cara, vc já não tinha contado esse caso? Eu comecei a ler e achei que estava lendo algum post antigo. Ou eu tive um dejavu gigante.

    ResponderExcluir
  19. Que foda hein?! Mas cara, vc já não tinha contado esse caso? Eu comecei a ler e achei que estava lendo algum post antigo. Ou eu tive um dejavu gigante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Rumo Livre, tudo bem?

      Já falei sobre isso num post antigo sim, num post de fevereiro/2016, na época em que um advogado escroto começou a telefonar pro meu pai pedindo dinheiro.

      Releia este post que você verá que em determinado momento eu faço menção ao post antigo, inclusive coloquei link pro post antigo e tudo mais.

      O post de ontem é uma atualização do post antigo, já que agora a velha entrou com processo judicial.

      Abraço!

      Excluir
  20. Madruga,

    Desculpe a sinceridade, porém, a sua "avó" é uma bela de uma pilantra, em?

    Arrume um advogado dos BONS e fale para o seu pai mandar ela ir pastar.

    É a minha sugestão!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca vi essa mulher na vida, nem mesmo meu pai a conhece direito, é muito difícil considerá-la família, então pode xingá-la a vontade, rs.

      Estamos procurando um bom advogado, o problema é que o processo está em um fim de mundo onde não conhecemos ninguém...

      Abraço!

      Excluir
  21. Isso é simples de resolver Madruga. Contrate um pistoleiro (Tem vários grupos no face e na internet) e mande a velha pra cova. Faça isso e rápido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um fator de risco aí: o pistoleiro, que será uma pessoa desconhecida e presumidamente um bandido (homicida), saberá que fui mandante de um crime.

      Eu não dormiria tranquilo sabendo que esse pistoleiro "sabe demais".

      Aí eu teria que arranjar um pistoleiro para matar o pistoleiro, rs.

      Excluir
  22. Puta tristeza Madruga..... Eu prefiro ir preso do que dar dinheiro para esta velha fdp... Largou o seu pai e agora faz isto....... Que país é este, que justiça é esta? Dá até medo.......
    Sempre os mais certos se fodem neste país......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, isso me deixa puto. Porém o processo ainda está só começando. De repente a justiça vai ser feita, mesmo que tardia (já que cada centavo que meu pai tiver que pagar no curso do processo é literalmente dinheiro roubado do bolso dele).

      Abraço!

      Excluir
  23. Quanto vc acha que vai custar o advogado madruga?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil saber, Lírico Mestre. Estou coletando propostas, a mais barata até agora foi R$ 7 mil, a mais cara R$ 18 mil.

      Excluir
  24. Que BAD para o seu velho. Já fui desprezado por inúmeros parentes MAS nenhum deles entrou na justiça para cobrar algo que não fizeram. No final do ano 2014 roubaram meu carro, um gol g2 1999. Eu pagava seguro no banco do bostil, entretanto eles se recusaram a cumprir com o contrato. Simplesmente mandaram eu me foder. E tive que contratar um advogado e agora estou aguardando desde fevereiro de 2015 para receber 30,000.00 por danos morais. O banco esta errado, mas a filha do Juiz que "pegou" o meu caso, é gerente no BB da comarca aonde esta o processo. Já gastei 5 pilas com advogado. PQP, não façam seguro no Banco do Bostil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenso! Espero que a filha do juiz não consiga influenciar no caso e que você consiga ser indenizado.

      Excluir
  25. Cara transfere o patrimônio pros filhos, decreta falência faz o que for preciso, mas não dá dinheiro pra essa aproveitadora.

    Sabe oq é mais sofrível que isso vem da pessoa que era a que mais deveria apoiar seu pai e não aproveitar-se dele. Lamentável.

    Mas também já vi muitas histórias ao contrário de filhos que sugaram os pais e depois os largaram as minguas. Seu caso, de inversão, é mais raro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito difícil para ele dar um chá de sumiço no próprio patrimônio pois ele tem mais de 30 anos de carreira numa multinacional, e a véia sabe disso sabe-se lá como, então basta a Justiça oficiar o RH da empresa que ele trabalha para fazer com que parte do salário dele vá direto para a parasita.

      De fato é um caso raro, espero que essa singularidade do caso faça com que o juiz analise o processo com mais carinho.

      Abraço!

      Excluir
  26. cara, mande seu pai ir pagando um mês sim e outro não, até resolver a causa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou deixar o advogado que ele contratar dar esse tipo de orientação, rs. Porque se eu dou esse tipo de orientação e dá merda, a culpa é minha.

      Excluir
  27. Puta que pariu, que ódio!
    Imagino a raiva que você está sentindo, fiquei de cara só de ler a história.
    O juiz decretou esse valor enquanto o processo não anda para o caso da pessoa não morrer de fome, já vi situações em que devido ao alto padrão de vida do cara a pensão alimentícia ultrapassou os 10 mil reais.

    Eu contrataria o melhor advogado da área e dificultaria ao máximo o pagamento desse valor. Infelizmente acho que seu pai não vai se escapar de ter de pagar pensão para ela, mas não desista até conseguir um valor razoável, que seja 1 salário mínimo por mês. E sempre atrase o máximo que puder, acho que dá pra pagar sempre com 3 meses de atraso, hahah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ryca, espero que o juiz reveja essa decisão depois que ler a defesa do meu pai.

      Já falei pra ele não poupar dinheiro na contratação de advogado, é melhor contratar um bom advogado agora do que passar os próximos sabe-se lá quantos anos pagando uma pensão alimentícia cabeluda para uma vigarista.

      Excluir
  28. Amigo, faça uma visita pra sua vozinha e dê a ela uma injeção de ar, sem nada na seringa, só ar. Ela terá uma embolia gasosa e nunca descobrirão o motivo da morte.

    Ass: anônimo estudante de medicina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô puto mas por enquanto não ao ponto de me tornar homicida hehehe.

      Excluir
  29. Prezados Madruga,

    Fiquei puto por você também. Estou desejando a morte da pessoa (que Deus me perdoe, apesar de não praticar religião).

    Até pesquisei sobre irrepetibilidade de pensão alimentar: http://www.ibdfam.org.br/noticias/5138/Entrevista%3A+a+irrepetibilidade+da+verba+alimentar+X+boa+f%C3%A9

    Estou torcendo por vocês. Boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, obrigado pelo link. Bem interessante, eu não sabia disso.

      No entanto, supondo que a gente consiga exigir que ela devolva o dinheiro, ainda assim encontraremos os seguintes empecilhos:

      1) Ela já vai ter gasto a bufunfa que roubou do meu pai faz tempo.
      2) Ela não tem nada além de uma aposentadoria do INSS, e por se tratar de verba alimentícia é impossível penhorar a aposentadoria.

      Pelo bem ou pelo mal, todo dinheiro que meu pai perder pagando alimentos provisórios não será recuperado de forma alguma.

      Abraço!

      Excluir
  30. Descubra se ela tem outros filhos, e peça para que o valor seja dividido entre todos os filhos. É obrigação de todos prestar auxilio não somente um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá no buraco onde ela mora, acredito que ela só tem sobrinhos e irmãs, mas vou ver isso aí.

      Excluir
  31. http://danilomontemurro.com.br/pai-abandona-filha-e-apos-50-anos-pede-pensao-alimenticia-a-filha/
    Um caso semelhante...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anon. Já tinha visto isso daí. Na notícia o cara fala que esse fato foi informado no site do STJ, mas o link que ele coloca pro site do STJ não leva para nenhuma notícia. Uma pena, pois algo vindo direto do STJ seria uma ótima referência.

      Abraço!

      Excluir
  32. Madruga,

    Essa história foi uma das únicas que conseguiu me estressas nas minhas férias, to revoltado com essa injustiça.

    Realmente, como ela ta pedindo % do salário liquido não tem como esconder, no entanto, por apenas 2 meses de renda devida para ela, você pode contratar um assassino de aluguel via bitcoin. Para pessoas comuns que moram em lugares afastados sai cerca de 4k o serviço.

    É triste ter que fazer justiça sozinho, mas é melhor do que a cada 10 meses seu pai trabalhador ter que pagar R$ 17.600,00 para uma mulher que o abandonou sem pensar duas vezes.

    A lição que tiro da sua história já é sabida por nós da blogosfera, esconda seu patrimônio e finja ser pobre, porque nesse país só tem sanguessuga.

    Grande abraçoo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Burguês, lamento muito se o post te trouxe stress no meio do seu descanso.

      Quanto a assassinar a véia, é mais seguro torcer pra ela morrer por conta própria rs.

      Excluir
  33. MC,
    As primeiras palavras que me vieram a cabeça foi: Filha da puta.
    Mas depois que li uma das suas respostas resolvi retirar, pois a mãe da safada cuidou do seu velho.

    A mulher dá um jab em uma criança permitindo que ela nasça na condição de extrema pobreza.
    Depois, aplica um direto colocando a criaturinha pra trabalhar num dos piores ambientes de qualquer cidade do país que são as rodoviárias.
    Mete um upper que tonteia o coroa, mas ele segue firme.
    Anos depois, na base da traição, aplica uma rasteira no cara. PQP, PQP!
    +++++++++
    Em relação a sua frase ‘ gora cá estamos nós, procurando um advogado no quinto dos infernos para defendê-lo’ , muito cuidado! Pelo jeito, vocês estão propensos a contatar um advogado que atue na cidade da ordinária. Muito cuidado. Ele pode ter algum laço de amizade com a lazarenta, parentes ou conhecidos dela e boicotar vocês.

    Desejo sinceros votos de vitória nessa luta! Mantenha-nos informados.

    Zé Bucet...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anon! Quem cuidou do meu pai foi avô e avó por parte de pai! Pode chamar a véia de filha da puta sem peso na consciência!

      Excluir
  34. Eu tenho uma historia parecida: um dos meus cunhados é coroa (tem lá seus 50 anos), é ex PRF (foi expulso devido a propina) e além de tudo gay e aidético. Como perdeu o emprego (corregedoria) vive hoje de favor na casa da minha sogra (78 anos). Ela possui um ponto comercial bastante valorizado que acaba complementando a renda (por volta de 7k/mês) e o filho da puta agarrado na véia só esperando ela morrer.

    Tenho ódio desse tipo de gente, desgraçou a própria vida e agora fica igual um urubu em cima da véia.

    A lição que eu tiro dessa minha história e agora com a sua, é que a cara de pau não tem limites. Trabalhe pra vc e sua família, e foda-se o resto. O mundo fora da sua casa é um lugar muito filho da puta.

    Só quem tem gente assim na família sabe como é revoltante.

    abraço e paz aí!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...