segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Adeus, cem mil reais!

No post de desempenho do mês de abril de 2016 comentei com vocês que minha empresa recebeu, a título de pagamento por um serviço prestado, um pequeno apartamento localizado em uma área bem interessante da cidade.

O apartamento é tipo esse daí, só que com uma cozinha maior e uma varanda.
Como não faz sentido algum a minha empresa ser proprietária de um imóvel residencial, optamos por vendê-lo o mais rápido possível e distribuir a grana da venda entre os sócios.

Para definir o preço da venda, fiz uma pesquisa na OLX, ZAP e sites de imobiliárias locais, e constatei que apartamentos naquele prédio são postos à venda por preços que variam entre R$ 120k e R$ 150k.

Com base nesses parâmetros, passei a anunciá-lo na OLX por R$ 125 mil. É um preço baixo considerando que o apartamento é em andar alto e sol da manhã, mas como eu disse o nosso objetivo era vendê-lo o mais rápido possível.

Desde que comecei a anunciar o apartamento da minha empresa, uma quantidade enorme de interessados entrou em contato comigo. Acho que, de maio até hoje, mostrei o imóvel para mais de 25 pessoas, e atendi mais de 60 ligações.

Essa grande quantidade de interessados só aumentou minha sensação de que R$ 125 mil era preço de banana.
Apesar de todo esse assédio, a maioria das ofertas que recebi eram inaceitáveis. 

Muita gente ofereceu carro como parte do pagamento, outros ofereceram pagamento parcelado, outros dois pediram que eu parasse de anunciar enquanto eles tentavam obter um financiamento perante o banco.

O assédio foi grande, mas a crise é grande também, e não apareceu ninguém com dinheiro o suficiente para comprar à vista o apartamento que parecia ser a pechincha do momento. 

O problema que eu estava enfrentando pode ser resumido da seguinte forma:



Foi aí que tomei uma decisão: eu mesmo vou comprar esse apartamento!

E essa não foi uma decisão tomada por impulso, acreditem.

Há mais de dois meses que venho pensando diariamente na possibilidade de comprar esse imóvel, e nesse período busquei ignorar todo e qualquer fator emocional para tomar uma decisão estritamente racional.

A conclusão a que cheguei foi pela compra, pelos seguintes fatores:

1) FATOR PREÇO

Por ser sócio da empresa eu já sou "dono" de 1/4 do apartamento. Isso significa que, para comprá-lo, só preciso pagar 3/4 do preço, ou seja, R$ 93.750,00.

Se comprar por R$ 125k já era um bom negócio, imaginem comprar por R$ 93k!

É um precinho camarada que cabe no meu bolso, além de ser uma oportunidade única de adquirir meu próprio imóvel em condições extremamente vantajosas e sem grandes preocupações com a índole do vendedor.

Meu primeiro imóvel por R$ 93 mil. Por essa eu não esperava.
Mas preço não é tudo, então outros fatores também foram objeto de bastante reflexão.

2) FATOR LOCALIZAÇÃO

O apartamento fica no mesmo bairro em que resido há 12 anos, a dois quarteirões de onde moro atualmente, então conheço a vizinhança de olhos fechados.

Além do mais, fica a 900m de distância da minha empresa, além de ser bem perto de supermercado, farmácia 24h, lojas de conveniência, padarias, academias, restaurantes, galerias comerciais, prédio onde meu pai mora, pontos de ônibus e de táxi, loja de conveniência 24h e um monte de outras coisas.

Isso significa que não haverá mudança drástica na minha rotina, e poderei continuar vivendo uma vida sem carro, o que muito me agrada.
Carro é o caralho, eu gosto é de andar. Menos quando tá chovendo. É uma merda andar na chuva.
3) FATOR SEGURANÇA

Minha namorada é engenheira civil e vistoriou o apartamento, estando o mesmo em boas condições estruturais, elétricas e hidráulicas.

Esteticamente o apartamento é bem feinho e isso demandará umas reformas, mas só de não precisar me preocupar com a estrutura eu já fico aliviado.

Além disso, pelo que pude averiguar, o condomínio está em dia com todas as obrigações trabalhistas e fiscais, o fundo de reserva está bem abastecido e a contabilidade está sob controle.

Enfim, pesquisei mais a fundo do que o típico comprador de imóvel, e assim o fiz para não ser pego de surpresa com alguma notícia desagradável, e aparentemente tudo está sob controle.

Esses dias vi uma notícia de um condomínio do Rio de Janeiro que deve R$ 2 milhões em virtude de um processo judicial. Muita gente não pesquisa a situação do condomínio antes de comprar um apartamento, mas o fato é que quando você compra um imóvel em um condomínio endividado, você tende a responder por essa dívida na proporção de sua fração ideal.

Pesquisei a fundo a situação do condomínio para ter noites de sono tranquilas
4) FATOR PAZ

Nos últimos meses visitei o imóvel nos mais variados horários, priorizando os momentos em que o trânsito está caótico, tudo isso para averiguar se o barulho do caos urbano entra no apartamento ou não.

Nesse quesito o apartamento é bastante silencioso, bem mais do que o local em que resido atualmente, o que me deixou bastante animado.

Resta saber se terei vizinhos barulhentos, mas isso só descobrirei depois que mudar pra lá.

Sei bem o que é ter um vizinho barulhento. Parece que minha vizinha atual promove um exorcismo na cozinha dela todas as manhãs. Torço para que isso não aconteça em meu novo recinto.
 5) FATOR INVESTIMENTO

Adquiri o cafofo por um preço bem abaixo do valor de mercado, o que deixa as portas abertas para vendê-lo com um lucro considerável, ainda mais se o país sair da recessão em que se encontra.
 
Além disso, é bom lembrar que não pagarei mais aluguel, e o dinheiro que antes ia para a locadora agora virará aporte.

Outro detalhe importante é que comprar esse imóvel diminuirá consideravelmente meu custo de vida mensal, e isso é algo que considero essencial para o acúmulo de patrimônio.

O sorriso de satisfação de quem não precisa mais pagar aluguel
CONCLUSÃO

Acima listei os principais fatores que me levaram a comprar o imóvel, mas sei bem que nem tudo são flores.

Por exemplo, o dinheiro que juntei se foi, cairei para último lugar ou serei excluído dos rankings de patrimônio que participo, e terei que recomeçar o acúmulo de dinheiro praticamente do zero, quando eu já tinha dinheiro o suficiente para render R$ 1.000/mês em aplicações conservadoras.

Esse recomeço pode parecer desanimador para alguns, mas devo dizer que estou bastante entusiasmado.

Entusiasmado pois encontrei-me diante de uma oportunidade única e, graças à disciplina financeira dos últimos anos eu tenho dinheiro para aproveitá-la, podendo me tornar proprietário de um imóvel quitado numa área bem legal da cidade, isso antes dos 30 anos de idade.

Sei que o debate sobre comprar ou alugar um imóvel é cheio de argumentos para os dois lados, mas no meu caso em específico comprei acreditando que essa aquisição contribuirá para a minha independência financeira.

Por hoje é só, confrades. 

Estarei bem ocupado nos próximos dias com reforma e mudança, mas tentarei cumprir minha promessa de fazer um post por semana, então segunda que vem voltarei com post novo.

Aquele abraço!

102 comentários:

  1. Parabéns pela aquisição, fez um excelente negócio. Como você deve ter recebido várias ofertas pelo apto, acho que pode perceber muitas propostas com valores muito abaixo, esse é o pessoal que tem dinheiro tentando pegar os enforcados. Como você comprou muito bem, nada impede que daqui a alguns você venda o apto também, não tem como achar nada ruim nessa compra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Surfista, tudo bem?

      Também acho que foi um bom negócio, e que se eu assim desejar, muito em breve poderei vender com um ganho real considerável.

      Infelizmente eu não pude, no post, entrar em muitos detalhes sobre o imóvel, especialmente quanto ao quesito localização, pois isso comprometeria o anonimato.

      Se eu pudesse entrar nesse tipo de detalhes, as pessoas que moram na minha cidade saberiam de imediato que o preço pago, seja ele R$ 96k ou R$ 125k, foi uma enorme pechincha.

      Abraço!

      Excluir
    2. Aqui no interior do Estado de SP eu gastei 140k construir uma casa de 154m², com 2 quartos normais, 1 suíte com closet, cozinha, copa, sala, lavabo e área de churrasqueira.
      Ainda não terminou, estão colocando o piso agora.

      Excluir
    3. R$ 60.000,00 terreno + R$ 80.000,00 Material de Construção e Acabamentos.

      Excluir
    4. Legal Anon, isso é absolutamente impossível aqui onde moro...

      Excluir
  2. Parabéns Seu Madruga, acredito que você está fazendo um bom investimento.
    Estou no mesmo dilema que você enfrentou em relação a venda do imóvel. Meu carro está a venda, já estou vendendo abaixo do preço, mas mesmo assim os interessados só querem trocar por outras coisas ou oferecem um preço muito abaixo do que vale.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, cowboy investidor. Obrigado pelos parabéns.

      Recusei todas as transações que envolvem trocas pois acredito que elas me trariam problemas.

      Por exemplo: um cara ofereceu um dodge avaliado em R$ 90 mil pela tabela FIPE, além de R$ 35 mil em dinheiro.

      Nesse caso, a empresa só embolsaria de imediato R$ 35 mil, e teria que tomar as devidas providências para vender o carro, já partindo do pressuposto que o carro em questão deve ser difícil de vender, já que o próprio comprador do apartamento pelo visto não tinha condição de liquidá-lo de imediato e pagar R$ 135 mil em dinheiro.

      Em suma, toda vez que alguém fazia uma oferta envolvendo pagamento parcial em veículo, eu sentia que a pessoa estava tentando me empurrar um problema que não era meu, já que eu ficaria com o ônus de vender esse veículo sabe-se lá por quanto, e sabe-se lá pra quem.

      Espero que consiga vender seu carro por um preço justo!

      Abraço!

      Excluir
  3. Acho errado tu considerar o apartamento como 93k... ele te custou 125k, independente de vc já ser dono de 1/4 do imóvel, vc deixou de ganhar 1/4 desse valor que poderia entrar na sua carteira aumentando a renda passiva e talvez até pagando seu aluguel.

    Eu, por exemplo, tenho aprox 2k de renda passiva, o que paga e ainda sobra a locação do apto que resido, ou seja, não vale nem um pouco a pena comprar um imóvel.

    As condições que me fariam comprar um imóvel seria apenas se eu tivesse CERTEZA que residiria na cidade até ficar velho, caso contrário seria só dor de cabeça eu ter que me mudar tendo um apto que gera despesas altíssimas, mais estresse ainda pra vender ele. Como sou funcionário de uma empresa privada em rec. judicial que passa no jornal nacional, eu não posso correr esse risco de adquirir um imóvel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei dos argumentos, se o dinheiro dos fiis banca o aluguel e ainda sobra para aumentar o bolo principal, não faz muito sentido comprar um apto.

      Tenho imóvel próprio e pretendo vendê-lo para comprar ações e fiis. É tudo ou nada.

      Mas há o fato de eu ser funça e não ter filhos, logo é diferente meu risco dos demais componentes da blogosfera.

      Excluir
    2. Olá, Anon! Muito pertinente seu comentário.

      Entendo o que você está falando e acho que, sob uma perspectiva contábil, a forma como você colocou a situação faz mais sentido do que a que eu expus no post, pois se eu paguei 3/4 do preço é porque abri mão da expectativa de receber meus 1/4 caso o imóvel fosse vendido para um terceiro.

      Isso era algo que já me tinha ocorrido e que levei em consideração enquanto pensava sobre a compra, e concluí por comprar mesmo assim pois achei (ainda acho) que seria um bom negócio mesmo abrindo mão dessa expectativa de recebimento.

      Sobre a forma que expus no post, tem também um fator pessoal envolvido: eu não gosto de contabilizar expectativa de recebimento.

      Já tive tantas expectativas de recebimento que se frustraram, algumas descambando em processos judiciais, que passei a adotar o seguinte mindset: só acredito que vou receber algum dinheiro quando esse dinheiro estiver efetivamente dentro da minha conta bancária.

      Foi com isso em mente que eu escrevi o post focando no quanto me foi oferecido a venda e se eu poderia ou não pagar essa quantia.

      Abraço!

      Excluir
    3. Anon das 14:08, tive uma experiência bastante positiva com FIIs e considero um investimento essencial para o meu plano de independência financeira.

      No entanto, com R$ 100k no bolso, tive a oportunidade de comprar um imóvel que acredito estar abaixo do valor de mercado para morar nele e me livrar do aluguel, com uma chance muito grande de vendê-lo com ganho real considerável num futuro não muito distante, se eu assim desejar.

      Com o dinheiro bem limitado que eu tinha, achei mais razoável comprar o imóvel em questão, diminuir consideravelmente meu custo de vida mensal e ter o caminho livre para retomar o acúmulo patrimonial (dessa vez potencializado pela desnecessidade de pagar aluguel), do que aplicar me expor excessivamente à renda variável.

      Abraço!

      Excluir
  4. Parabens Madruga! Acho que se o preço é bom tem que aproveitar mesmo!

    Só de curiosidade: gira em torno de quanto o aluguel desse ap que vc acabou de comprar?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá M1M, eu vi alguns anúncios de aluguel na OLX por R$ 700,00 + condomínio. Se as pessoas estão realmente conseguindo alugar por esse valor, aí eu já não sei.

      Conheci uma proprietária de apartamento lá no prédio que aluga por R$ 900 + condomínio, mas é um contrato de locação antigo, de antes da crise, e o inquilino já avisou que vai desocupar em abril/2017.

      Abraço!

      Excluir
    2. Fazendo conta de padeiro que só aplica na poupança:

      R$ 125k rendendo 0,65% am = R$ 812,50

      O aluguel tá mais barato que a compra.

      Mas creio que a sensação de morar no que é seu não caiba em conta matemática.

      P.s.: Estou lendo o blog em ordem cronológica, ainda vou ver as cenas dos próximos capítulos.

      Excluir
  5. Parabéns!
    Pelo seu relato e considerando seus argumentos, eu acho que vc acertou na aquisição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Anon! Tenho muitos elementos pra acreditar que acertei na escolha, alguns desses elementos infelizmente não posso compartilhar no blog.

      Mas o tempo dirá se a escolha foi realmente acertada ou não, rs.

      Excluir
  6. Fala Madruga!

    Seu post vai de encontro ao meu. Tb peguei apartamentos em rolos o que não posso considerar excelentes negócios mas por outro lado me rendem dinheiro do aluguel e me trazem segurança por ter uma parte da minha grana lastreada em algo físico.

    Considero um bom negócio, se você mudar de ideia pode aluga-lo (não sei onde fica mas no geral aptos pequenos alugam fácil e por um bom valor). Concordo com o amigo acima: não acho certo considerar o preço pago como 3/4 do valor.

    Abraço!

    Corey

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Corey!

      Não sei como está a situação agora por conta da crise, mas acho que é um imóvel com bom potencial para locação, sim!

      Fica numa área bastante comercial e muita gente aluga ali para morar perto do trabalho.

      No momento pretendo morar nele, mas não descarto a possibilidade de alugar ou vender no futuro.

      Grande abraço meu amigo!

      Excluir
  7. Seus sócios tb devem estar aliviados por não ter que esperar muito na fila do OLX.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó, tá todo mundo muito feliz, """investindo""" o dinheiro da venda do apartamento em carros e motos, rs.

      Abraço!

      Excluir
  8. Madruga você mora em cidade do interior?

    Esse valor aqui em SP, mesmo em cidades do interior é bem difícil de achar. Na capital para você ter ideia, você não compra nada decente por menos de R$ 350.000, isso se garimpar bem, e tendo que fazer pequenas reformas na maioria dos casos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anon! Moro em capital! SP realmente é um lugar tenso para se comprar imóvel, nossa senhora!

      Excluir
  9. Madruga, qual o valor do condomínio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, o condomínio é R$ 250,00 e o fundo de reserva é R$ 25,00.

      Há duas taxas extras em vigor, uma para modernização do elevador e outra para reforma da fachada, que totalizam R$ 120,00, mas felizmente elas estão acabando (eu acho).

      Abraço!

      Excluir
  10. Madruga,

    Se você tem o desejo de morar décadas nessa cidade, então valeu a pena. Mas seria bom se você pechinchasse um pouco com seus sócios, quem sabe eles não aceitariam uma pequena diminuição no valor a receber. Uns 5 mil aqui, outros 5 ali... bom, você poderia poupar umas dezenas de milhares.
    Outra coisa, não é muito bom basear-se pelos OLX's, Zap's e Vivas Reais da vida. Geralmente, os incautos costumam aumentar exorbitantemente os preços dos imóveis, pois pensam: "Todo mundo põe sua casinha acima dos 150 mil, por que não colocar meu apt por 350 mil?". É uma manada de gente achando que qualquer quadrado de paredes vale muito.
    Parabéns pela aquisição. Ter um teto seu, de fato, ajuda a buscar uma IF. Parece até contraditório, pois a quantia dispendida na compra do imóvel é alta, principalmente quando ficamos descapitalizados após tal feito, mas a casa nos ajuda a ficar sossegados com uma série de coisas, e isso é mais um passo dado, uma meta. Agora, por exemplo, você poderá focar mais em aportes para aposentadoria, pois a sua residência já estará garantida.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon.

      Meu objetivo de vida é a independência financeira, então cada passo que dou eu sempre me pergunto de que forma esse passo pode contribuir ou atrapalhar tal objetivo.

      E eu concordo plenamente contigo, a compra desse imóvel tende a contribuir com esse objetivo.

      Primeiro porque acredito muito na possibilidade de ter um ganho real em caso de eventual venda desse imóvel, e segundo porque aluguel era a única despesa de "grande porte" que eu tinha, de modo que agora o caminho está livre para o acúmulo de patrimônio, como você muito bem disse.

      Abraço e obrigado pelo comentário!

      Excluir
  11. Parabéns pela aquisição! Eu ainda irei morar de aluguel por vários anos, porque fica mais fácil de mudar de cidade, mas, pelo menos, meus rendimentos de FIIs já superam o valor do aluguel.

    Espero que você consiga recuperar rapidamente seu capital com os aportes maiores.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Marcelo.

      Agora que adquiri o imóvel, pretendo ter rendimentos de FIIs o suficiente para cobrir minhas despesas mensais, que não são altas.

      A sensação de que o rendimento dos FIIs cobre todas as despesas deve ser fantástica!

      Abraço!

      Excluir
  12. Quer saber a verdade? Você acertou em cheio.

    Só para ter uma ideia tinha um bairro aqui afastado do centro que ninguém dava nada por ele comprei em 2010 6 terrenos nesse bairro por R$14000,00 cada direto com a incorporadora hoje cada um vale mais de R$100.000,00 e olha que nem asfalto tem no bairro. Os que comprei ficam de frente para uma praça que será feita no futuro se isso acontecer o valor sobe mais ainda. Quanto eu tinha quando comprei os terrenos? Dinheiro para pagar um deles à vista e os outros financiados com a incorporadora. Todo mês eu antecipava as prestações e em menos de 2 anos todos estavam quitados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Painel de Controle, legal essa sua história, você mandou muito bem pelo visto.

      Abraço!

      Excluir
  13. Parabéns camarada, parece ser uma boa decisão e, como você falou, racional. Aproveitar o mercado imobiliário que está em baixa e deixar de pagar aluguel é uma decisão interessante.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Caramaschi. É a primeira vez comentando por aqui, certo? Seja bem vindo.

      Também acho que foi uma boa escolha. Com o tempo as consequências dessa escolha vão ficando mais claras.

      Abraço!

      Excluir
  14. Olá, Madruga!

    Parabéns pela compra! Imagino que deve ser grande a satisfação de ser capaz de fazer um investimento desses após meses de aporte. Pelas condições apresentadas, o valor é excelente.

    Entretanto, eu sinceramente não faria um negócio desse em virtude da queda massiva de patrimônio (~100%), que é algo com o qual eu não saberia lidar bem. Claro que poderia haver outros fatores (como uma mudança de cidade), mas este seria o principal para mim. Acho que com um patrimônio acima de 200k eu até poderia considerar. Enfim, só uma mera análise superficial com base em alguns dados.

    De qualquer forma, entendo perfeitamente os motivos que o levaram a comprar (vide este post e o post anterior). Creio que locador pode ser tão ou mais irritante que chefe mesmo... Não é à toa que existe a vertente que defende fortemente a aquisição de um imóvel próprio o mais rápido possível.

    Acima deram a dica de negociar com seus sócios... Como eles estão de moradia? Será que nenhum deles cogitou morar ali?

    Sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon!

      Realmente essa queda massiva do patrimônio foi o que mais me preocupou nos meses em que refleti se deveria efetuar a compra ou não.

      No entanto, não sou casado, não tenho filhos e nunca precisei nem encostar na reserva de emergência de R$ 3k que sempre mantenho em poupança, então resolvi correr o risco em prol dessa oportunidade de compra que considero única, até porque no pior cenário possível eu me ferraria sozinho, sem atrapalhar pessoas que dependam de mim.

      Mas mesmo assim, sobrou-me uma grana que, somada ao aporte de outubro, me deixa tranquilo e me permite acumular dinheiro ao longo dos meses que virão.

      Nenhum dos meus sócios cogitou morar ali.

      Eles são muitos anos mais velhos do que eu, todos já têm imóvel próprio, família constituída e tudo mais, então seguramente nenhum deles cogitou mudar para o apartamento que eu comprei, que é bem pequeno.

      Abraço e sucesso pra você também anon!

      Excluir
  15. Ola Madruga,

    So errou nos 3/4, mas a aquisicao foi uma boa.

    A conta è simples: se vc gasta menos, juntara mais, e o aporte se torna maior. Aporte è a chave do enriquecimento.

    Pra mim voce deu um importante passo na if.,,abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VDC! Falei em um comentário mais acima sobre esse lance dos 3/4.

      Com certeza, o custo de vida mensal é algo que sempre me preocupou. Procuro mantê-lo baixo, em prol de uma IF mais rápida. A compra desse imóvel acaba com o meu maior custo mensal, que era o aluguel, então também acredito que dei um passo importante.

      Abraço e aproveite a viagem!

      Excluir
  16. Estranho...

    Todas as pessoas nos blogs de finanças vivem batendo na tecla que comprar apto é roubada, mas aqui só vi comentários na maioria apoiando a compra.

    Parabéns pela realização de um sonho, isso é muito importante. Mas na sua conta inclua o não rendimento de seu bolo acumulado e faça isso numa conta de juros compostos, além de não se esquecer do condomínio que continuará arcando.

    Não sou nem contra e nem a favor, acho que os anseios estão em primeiro lugar e o preço realmente é convidativo

    Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião é roubada comprar imóvel financiado a perder de vista, aliás, acho que tudo comprado em mais de 3x é roubada...

      O cara está comprando um ativo sub-valorizado que pode ter 2 serventias: moradia ou geração de renda através do aluguel. Vai ter ganho no fluxo de caixa por economizar com o aluguel, vai ter o fator psicológico trabalhando a seu favor (por saber que tem um imóvel próprio) e é jovem o suficiente pra zerar a carteira e recomeçar. Não vejo pq ser um mal negócio.

      Excluir
    2. Olá Guardião!

      Obrigado pelos parabéns!

      Acho que a maioria das pessoas apoia pois concordam com os motivos que escrevi e que me levaram a realizar a compra.

      Eu queria poder mostrar a localização do imóvel, fotos do prédio, fotos do apê e tudo mais, pra obter uma opinião mais apurada de todo mundo que comentou, mas infelizmente isso compromete a privacidade, então não é possível.

      Abraço!

      Excluir
  17. Madruga,

    Parabéns pela aquisição!

    Apesar de eu não gostar de apartamentos, é melhor ter isso do que não ter nada. A propriedade privada é algo FUNDAMENTAL no Capitalismo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Se você considerar o imóvel como investimento o montante realmente investido será a soma do valor que desembolsou, a sua parte do imóvel (1/4), os gastos com documentação e os gastos com a reforma). Caso fosse vender este imóvel hoje, o valor (real) de mercado cobriria esta soma?

      Caso alugasse este imóvel, a taxa de aluguel + taxa de condomínio seriam maior que a taxa de rendimento que obteria com o montante realmente investido no imóvel?

      Pretende morar neste imóvel por quanto tempo? Pois ele é suficiente agora, mas no futuro provavelmente não.

      Lembre-se que ele se deprecia.

      Algumas pessoas se sentem mais seguras em investir no mercado financeiro ou empreender quando têm um lugar garantido para morar, outros não necessitam disto, portanto, o tempo irá mostrar se realmente o imóvel foi um bom negócio.

      Abraços.

      Excluir
    2. Olá Investidor Livr3, muito obrigado!! Definitivamente eu também preferiria não morar em apartamento, mas aqui na minha cidade casas são caríssimas...

      G65, são muito pertinentes as suas colocações.

      Acho que, considerando o custo do imóvel como R$ 125 mil, os custos com documentação de aproximadamente R$ 7,2 mil e custos de reforma de R$ 8 mil, totalizando aproximadamente R$ 140 mil, ainda assim acredito que é possível ter um ganho real de R$ 20 mil caso eu insistisse na venda do imóvel ao longo dos próximos meses de uma maneira mais séria, permitindo que corretores anunciem e tudo mais (antes eu me limitei a postar anúncio na OLX).

      Mas não comprei para vendê-lo de imediato, pretendo morar lá por um tempo, e espero que nesse período o mercado melhore e se torne mais favorável para a obtenção de um ganho real maior em caso de venda.

      De fato o imóvel é suficiente agora, mas talvez não seja no futuro. O que tenho em mente é morar lá por 5 anos, pois não tenho plano de ter filho nesse período, e acho que o apartamento atende bem enquanto moro sozinho ou enquanto for um casal sem filho.

      De fato, só o tempo vai dizer se foi um bom negócio ou não. Agora já é um pouco tarde demais para voltar atrás, rs, mas comprei acreditando ser um bom negócio, só espero que o tempo prove que acertei.

      Só uma observação: como o imóvel está em nome da minha empresa, não pretendo, por ora, passá-lo para o meu nome. Fiz contrato de promessa de compra e venda com a empresa, quitei o valor devido e pronto, vou manter em nome da empresa até ter grana para arcar a burocracia do registro. Já conversei com os colegas sobre isso e estão de acordo. Conhecendo bem a empresa, não vejo risco...

      Outra observação: os custos de reforma que mencionei acima foram uma estimativa bem pessimista. O apartamento está bem conservado já, só estou alterando alguns pequenos detalhes.

      Abraço!

      Excluir
  18. Parabéns pelas aquisicao.
    Um excelente negócio!!!
    Abraco

    ResponderExcluir
  19. Parabéns, cara! Bom negócio.

    Como serão os custos com cartória, burrocracia etc?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon, obrigado.

      Como eu disse mais acima, não pretendo ter esses custos agora. O apartamento está em nome da minha empresa, o que me dá tranquilidade para não precisar transferir para o meu nome com a urgência que eu transferiria caso o imóvel estivesse em nome de qualquer outra pessoa.

      Abraço!

      Excluir
  20. Parabéns, acredito que isso seja um passo importante na vida de qualquer pessoa. Só discordo do 3/4 (acho que é ilusão achar que gastou "só" 3/4).

    E não entendi bem o "esse imóvel diminuirá consideravelmente meu custo de vida mensal". Fora o aluguel, economizará com algo mais? Fiquei curioso kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon 19h58 - ele vai deixar de pagar aluguel (1k/mês)

      Excluir
    2. Anon das 19:58, olá. Sim, economizarei só com aluguel, mas como os meu custo de vida é ridiculamente baixo, isso já fará uma enorme diferença.

      Farei um post especificamente sobre esse assunto!

      Abraço!

      Anon 07:43, é isso mesmo. Haverão outras reduções de despesa, mas nada muito relevante.

      Excluir
  21. Já dizia o homem mais rico da babilônia, aportar tendo um imóvel próprio é um alivio (ou algo do tipo).

    ResponderExcluir
  22. Seu dinheiro está lá, não foi um adeus. Imóvel é tão bom ou melhor que o resto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade CF, o dinheiro está lá. Acredito que me beneficiarei dessa compra de várias formas. O futuro mostrará.

      abraço!

      Excluir
  23. Grande Madruga,

    Parece que sua escolha foi bem ponderada e pelo escrito levastes em conta as principais variáveis para essa aquisição.

    Desejo e espero que tenha sido um grande negócio, o tempo trará as respostas.

    Agora é olhar para frente e subir a ladeira dos aportes (acumulação) novamente.

    Suce$$o,
    Pardal
    Assimilando decisões, refletindo e se desenvolvendo pessoalmente com a força da Blogosfera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pardal. Pensei bastante no assunto mesmo. Perdi algumas noites de sono pensando nisso. Não sou nenhum especialista no ramo, mas acredito que tomei a decisão certa sim. Tem muitas variáveis que eu não posso por aqui no blog por causa do anonimato, mas elas me fazem crer que foi um bom negócio.

      Abraço!

      Excluir
  24. Que vc seja feliz na sua casinha, rs. Ninguém mais vai te cobrar aluguel madruga, kkkk.
    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Madruga, coincidência ou não, escrevi sobre isso há alguns dias. Acho um luxo comprar um lugar para morar, considerando, atualmente, o mercado de locação, bem como a correção dos preços dos imóveis. É claro que podemos poupar também para ter um pouco de conforto, ou luxo.

    Portanto, se acha que é uma boa oportunidade para ganhar dinheiro, ou se é o grande sonho da sua vida, vale a pena! De todo modo, pense mais um pouco, não se precipite em bater logo o martelo, já que tem o controle da situação.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dr.! De fato é um luxo, ainda mais aí em SP. Comprei acreditando que está abaixo do valor de mercado e que nessa compra existe uma oportunidade, não fosse isso eu seguiria aproveitando as condições extremamente favoráveis que a crise está trazendo para os locatários.

      Abraço!

      Excluir
  26. Cara, tá muito barato. Otima aquisição!

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amigo. Acho melhor considerar R$ 125 mil como preço de aquisição, como já disseram alguns comentaristas acima, mas ainda assim acredito que está barato.

      Abraço!

      Excluir
  27. Estamos sujeitos a vacâncias e outros problemas nos FII's, estamos sujeitos a quedas bruscas nos rendimentos em ações ou moedas... da mesma forma estamos sujeitos a sazonalidades no mercado imobiliário e a conjuntura atual não faz, por si só, com que o investimento em imóvel seja ruim. Se a oportunidade foi boa e o preço pago foi abaixo, tá ótimo.
    Pode ser que no futuro vc receba aplausos de quem tá te criticando hoje...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Investidor por Acaso. Comprei esperando ser aplaudido no futuro com uma venda com ganho real. Claro que estou sujeito a erros e pode ser que por qualquer motivo que seja minha pretensão de venda bem sucedida não se concretize, mas nesse caso eu simplesmente não vendo e sigo tendo um lugar pra morar, o que pra mim está ótimo.

      Abraço!

      Excluir
  28. Ótima aquisição!
    Dentro dos padrões que você almejava.

    Agora, é hora de recomeçar!

    Abraços e bora aportar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá dentista!

      Sempre preferi lugares pequenos - já me manifestei nesse sentido em alguns posts que fiz no passado - então essa oportunidade de compra realmente encaixou muito bem na minha vida - ao menos para o projeto de vida que tenho para os próximos 5 anos, que é seguir morando em apartamento pequeno, sem carro e aportando com vigor rs.

      Abraço!

      Excluir
  29. Parabéns pela conquista Madruga. Apesar de não ter planejado, a sua disciplina que fez você ter poder soberano decisório para comprar ou não comprar.

    Fico feliz por você, forte abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rato. Obrigado!

      De fato, foi a disciplina que me permitiu agarrar essa oportunidade. Se tivesse gastando promiscuamente meu dinheiro, como todo mundo ao meu redor adora fazer, provavelmente não poderia nem sonhar em ter um imóvel próprio antes dos 30.

      Abraço!

      Excluir
  30. Enfim se livrou do seu barriga madruga hahahaha

    Parabéns pela aquisição e pela coragem de recomeçar os aportes!

    Um imóvel é a raiz que sustenta nossos investimentos.

    Afinal tendo onde morar nossa única e exclusiva preocupação será para com nossa aposentadoria.

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mestre. Estou muito bastante animado, mesmo tendo que começar praticamente do zero o acúmulo de dinheiro.

      É que agora minhas despesas mensais serão menores, então terei que acumular menos dinheiro para cobri-las.

      Abraço!

      Excluir
  31. Parabéns! Como todas as variáveis citadas estão apontando para uma compra, creio que seja um bom investimento. Eu acho apenas que o preço dele para você não seria apenas 3/4 do valor, e sim 100% dele, visto que o montante responsável pelo 1/4 deixará de entrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Estrada do Milhão. Obrigado! É isso mesmo (sobre os 3/4). Já escrevi sobre num comentário mais acima.

      Abraço!

      Excluir
  32. Seu Madruga,

    Notei que não tinha você na lista dos blogs... agora está adicionado ...

    supondo que pelo número de ofertas o preço está bom ..mas .. eu fico meio assim ... ja pensei em comprar imovel ... mas minha profissão hoje estou aqui amanha nao se sabe .. .nao tenho tanto dinheiro assim .. entao financiaria .. e ia comer minhas economias .. entao ... a diversificacao .. foi pro saco...

    mas pode ser um bom negocio no seu caso .. quem sabe noa faz um trade depois com o imovel rs e ainda nao ganha uma bela grana ...

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodolfo, adicionado também.

      O número de ofertas realmente foi alto, ainda mais se considerarmos que não pedi auxílio de nenhum corretor. No entanto, também temos que levar em consideração que OLX é cheio de curioso. Por exemplo: o cara não tem um centavo no bolso, tá entediado na frente do computador, vê o anúncio e liga pro anunciante pra encher o saco, fazer proposta ridícula e coisa do tipo.

      Abraço!

      Excluir
  33. Eu não queria sair um pouco do assunto, mas será que só eu percebi algo "curioso" nessa história ?

    -Namorada de longa data pelo que lembro
    -Ajudou a dar aval para a aquisição do imóvel

    Já prevejo futuras pressões para se juntar, mesmo que ela tenha casa tmb. kkkkk

    Dsclp pelo desvio, madruga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é a vida kkkk. mas eu não vejo problema nisso. Isso de vover e morrer solteiro é coisa de punheteiro

      Excluir
    2. Olá Anon, ela não está botando pressão para juntar as escovas de dente.

      Ela é 4 anos mais nova que eu, talvez queira esperar alguns anos antes de começar a querer se juntar.

      Além disso, ela mora relativamente perto e no conforto da casa dos pais, com todo tipo de regalia (comida, roupa lavada, faxineira blá blá blá), e vem no meu cafofo quando bem entender, então talvez isso amenize qualquer vontade de querer morar junto.

      Mas as famílias com certeza fazem aquela pressãozinha velada, fazem comentários do tipo "já podem casar", "vão morar juntos?" etc, mas aí é só ignorar ou dar uma resposta genérica.

      Abraço!

      Excluir
  34. Aqui no interior de SP eu comprei um terreno por R$ 60.000,00 e gastei R$ 80.000,00 com Material de Construção + Acabamentos (Nada luxuoso). A casa tem 154m² de área constrída aproximadamente, são 2 quartos normais, 1 suíte com closet, bannheiro, lavabo, sala, copa, cozinha, lavanderia e área de churrasqueira. A frente toda fechada com portão basculante.

    Tudo foi negociado a vista com os fornecedores, algo que custava 3900,00 eu conseguia reduzir para 3.300,00, material que ficava 9.000,00 eu consegui reduzir para 6.000,00 no pagamento á vista. Tudo foi na base de conseguir muito desconto e levando orçamentos de uma loja para outra para eles brigarem no preço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon. Vi esse seu comentário mais acima. Mandou bem. Gostaria de morar em casa no futuro, mas acredito que eu só conseguiria isso se mudasse de cidade, pois aqui todas são caríssimas, exceto nas áreas bem pobres.

      Excluir
  35. Se você põe um imóvel para vender e ninguém compra, então, naquele momento, ele não vale o valor pedido. Quem determina o preço é o mercado. Geralmente o ato de comprar reveste-se de um auto convencimento, você tem que analisar parcialmente as variáveis para se convencer que fez um bom negócio. É como comprar uma ação, você pode ignorar todos os fundamentos e basear-se apenas numa vã ilusão de crescimento do papel, mesmo que os fundamentos estejam contra. Esses são os que acreditam em Petro, Ibov a 200k, Hinode.
    Eu poderia fazer como os puxa sacos acima, te dar os parabéns, mas eu te dou os meus pêsames.
    Meus pêsames pois agora você terá um monte de tijolos para chamar de seu, manutenções, condomínio, móveis planejados;
    Meus pêsames por você estar amarrado a um local, o seu local, que pesará sempre na escolha de uma oferta de trabalho, intercâmbio;
    Meus pêsames por você ser um péssimo negociador, se ninguém comprou por 125 mil, não poderia você ter pago 75 mil nisso? Meus pêsames por você ter investido num setor com baixíssima rentabilidade no BR, perdendo até para a poupança;
    Meus pêsames por você acreditar que com a recuperação da economia, se é que ela virá, imóveis se valorizarão como outrora quando ainda tínhamos tomadores de empréstimos; Hoje temos apenas pessoas que comprometeram 30 anos de suas vidas com empréstimos pornográficos;
    Meus pêsames por você comprar na alta, isso mesmo, o fundo do poço para imóveis ainda vai longe;
    Meus pêsames por você ter desconsiderado a quebra de algumas construtoras, os estoques elevados, etc
    Fico feliz por seus amigos terem alguém como você, que comprometeu-se em dispor de recursos para fazer a alegria deles, vender o elefantinho para que pudessem chafurdar mais uma vez na compra de supérfluos.
    E antes que me chamem de invejoso, não confrades, eu já tive apartamento e agradeço a pessoas como vocês que enxergaram nele uma ótima opção de investimento e levaram aquele elefantinho que me rendia parcos 0,4% ao mês, mais dor de cabeça com inquilino.
    Lembre-se, amigo não é aquele que concorda com você, mas quem te fala a verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon, eu agradeço pelo comentário, gosto de opiniões sinceras e acho que algumas coisas que você disse fazem sentido, principalmente no primeiro parágrafo.

      Por outro lado, me parece que você tem umas certezas impossíveis de se ter sem conhecer o imóvel e sua localização.

      E fala como se fosse impossível fazer um bom negócio no atual cenário econômico.

      Uma coisa eu garanto: o tempo trará respostas e eu as postarei aqui. Se a transação se revelar um bom negócio eu compartilharei, e caso se revele uma enorme cagada eu postarei também.

      Abraço!

      Excluir
    2. b
      br
      bri
      bric
      brick lover!!

      Excluir
  36. Seu madruga acredito que sua decisão veio da insatisfação como inquilino, mas adianto que imóvel residencial no mercado atual não será boa pedida como foi em outrora ou seja tu comprou para moradia, pode ganhar dinheiro sim!, mas não acredito que será nem perto da grande fração que foi no boom imobiliário anterior.


    Por outro lado tu não vai pagar financiamento e ainda pode aumentar sua capacidade aporte a longo prazo.

    Vejo como tal decisão uma questão de bem estar e não apenas de valores financeiros e matemática,se estou errado tempo dirá.

    Boa sorte em seus investimentos ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mestre! A princípio comprei para moradia, sim, mas estou cogitando anunciar na OLX por R$ 165k enquanto moro lá (um dos meus sócios sugeriu isso).

      Se alguém oferecer pagar esse valor à vista, eu desocupo na hora e entrego as chaves, rs. Do contrário, sigo morando lá, conforme planejei.

      Com certeza não pagar financiamento e aumentar capacidade de aporte vão me beneficiar bastante daqui pra frente.

      Obrigado e boa sorte pra você também!

      Excluir
  37. Meu amigo,

    Só posso te dar os parabéns! Eu, minha opinião, gosto de ter MEU imóvel. Daqui não saio, daqui ninguém me tira!

    Todo dinheiro que tenho pode DAR UMA GRANDE MERDA, mas, meu apartamento É MEU. Isso não tem preço. Livre de aluguel, livre de se preocupar se terá dinheiro para pagar ou não, livre sim! Ainda mais, do jeito que você comprou.

    E te digo mais: as pessoas que eu conheço que não tem casa, vivem na merda e de ostentação. Sei que muitos calculam "o valor do imóvel aplicado te renderia mais que o preço do aluguel". É mesmo? OK, então compre roupas no brechô, ande somente a pé ou de ônibus, só compre produtos mais baratos e de péssima qualidade, nunca gaste dinheiro com viagens (é supérfluo!), não tenha vícios, não vá ao cinema (assista no Youtube ou no gatonet do vizinho), não comemore datas importantes para não desperdiçar dinheiro, não tenha plano de saúde e use só o SUS, LEVE UMA VIDA DE MERDA!

    Quem leu "O milionário mora ao lado" e "Segredos da mente milionária" sabe da importância de se ter seu próprio imóvel e nele residir por 15 anos ou mais (ideal, a vida toda). Décio Bazin, pai do Value Invest no Brasil, também indicava para se ter sua casa antes de pensar em investir. Bancos quebram, países quebram, governos podem confiscar nossas poupanças e aplicações - alguns, como na Venezuela confiscam até casas...

    Se foi para morar, nota mil. Se foi como investimento, vai precisar de sorte e paciência. O país está QUEBRADO.

    Enriquecer é uma questão de trabalho, tempo, práticas e muito de mentalizar suas metas. Sem avareza, sem pão duragem, sem achar que tudo na vida se resume a cálculos financeiros.
    Está feliz no novo apartamento? AMÉM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado HM! Legal ler isso vindo de você, pois te tenho como referência, pois você tem um belo patrimônio mesmo sendo novo.

      Comprei para morar mesmo, visando diminuir meu custo de vida mensal e consequentemente potencializar o aporte.

      Foi-me sugerido pôr o imóvel à venda por R$ 165k mesmo morando lá. Se alguém se dispuser a pagar isso à vista, vendo na hora, pois isso é aproximadamente 40% de ganho real, considerando o preço que paguei.

      Mas a princípio só penso em morar lá mesmo, e só venderia se houvesse uma possibilidade muito boa de lucro, na linha do que citei acima.

      Mais uma vez obrigado!

      Abraço!

      Excluir
    2. novo? ele eh quarentao

      Excluir
    3. Olha, O HM veio de família de posses, nunca passou um sufoco. Fala algumas coisas bacanas sobre investimento, mas quem está na lama quer sair dela.

      É possível curtir a vida gastando pouco, torrar dinheiro com viagem ao exterior não garante tornar ninguém superior, mas dá muito muito dinheiro para empresa aérea.

      Acho que abaixo dos 500k é preciso focar nos rendimentos e nos aportes.
      Apartamento só depois de 5M.

      Excluir
  38. Meu amigo, parabéns!!!

    Fez um excelente negócio. O dinheiro não está nem perto de estar perdido, ainda mais nas condições que vc conseguiu.

    Com a disciplina que vc adquiriu durante esse tempo tenho certeza que rapidamente vai conseguir retornar aos 100k.

    Agora aproveite o novo lar!!

    Abraço e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Robson! Acho que me equivoquei no título do post. O post não deveria se chamar "Adeus, cem mil reais", pois como você disse o dinheiro não foi embora, só ficou imobilizado num imóvel.

      Tenho boas expectativas para a minha empresa, torço para que os R$ 100k retornem logo (e muito mais depois disso).

      Abraço!

      Excluir
  39. Olá Madruga,

    Acompanho seu blog e gosto muito do conteúdo presente aqui. Você é objeto e prático em suas ações. Contudo, sem esquecer de 'viver a vida'.

    Gostaria de saber se você teria indicações de algum curso ou livro que explique o bê-a-bá dos imóveis para quem está iniciando neste universo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro negro dos imóveis - Leandro Avila.

      Excluir
  40. Bom dia.Diante do exposto acho que fez um bom negócio.Considero-me independente financeiro hoje e sempre tive imóvel próprio e isso nunca me atrapalhou.Quanto a pechinchar mais ,é normal depois que fechamos o negócio aparecer alguém dando mais ou dizendo que poderíamos ter comprado mais barato e etc.Você está se sentindo bem? Se sim, foi um bom negócio.E mais na frente se achar que não fez um bom negócio ou como vc mesmo já falou te oferecerem um bom valor para comprá-lo, qual será o problema em se desfazer do mesmo?Tudo na vida é aprendizado.O que a pessoa não pode fazer é sair do foco da independência financeira.
    Pensei que iam explorar mais esta questão se seria uma boa compra pela aquela regra de dividir o valor do aluguel pelo valor do imóvel e comparar com outros rendimentos.Gostaria de tirar umas dúvidas: Esta regra é válida? Vc levou isso em consideração? Devemos incluir nesta conta o valor do condomínio?.Ex:.700,00 + 250,00 dividido por 125.000.

    ResponderExcluir
  41. E aí Seu Madruga, tenho um blog bacana sobre finanças e assuntos betas também. acompanho seus posts, dá uma força aí! Abraço!

    www.pobre-diabo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  42. Madruga

    parabens pela aquisição. tem um ditado na minha terra que diz "quem compra terra não erra...", enfim...

    cara to tentando vender um terreno que eu tenho via OLX mas poucos acessos no anuncio. vc contratou algum dos serviços deles pra destaque?
    valeu a pena?

    abs.

    ResponderExcluir
  43. Que show Madruga!
    Na boa, no seu lugar, também teria comprado, esta é mesmo uma ótima oportunidade e todo mundo ficou feliz, ninguém foi lesado. Relação ganha-ganha, bem como eu gosto!
    Abc

    ResponderExcluir
  44. Eu achei uma ótima aquisição Madruga...... Pelo que vc descreveu.... eu teria feito o mesmo.......

    ResponderExcluir
  45. Seu Madruga saiu do aluguel, agora com teto fica mais fácil chegar a IF. A tranquilidade de se ter um imóvel é impagável, agora é poupar e sair para o abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...